CRÉDITO RURAL: DO CARÁTER CENTRALIZADOR AO RECONHECIMENTO E FOMENTO DAS DIVERSIDADES

  • Beatriz Scapin
  • Alessandra Troian
Rótulo Desenvolvimento, Rural, Crédito, Políticas, Públicas, Agricultura, Familiar

Resumo

O Brasil é um país rico em diversidade e extensão territorial, além de possuir clima propício para o desenvolvimento do setor agropecuário. Porém, o setor, ainda demanda de incentivos, por parte do Estado, principalmente de políticas de crédito, tanto para produzir, quanto para investir em insumos, tecnologia e modernização dentro da propriedade. Sendo assim, o presente estudo tem como objetivo verificar a finalidade do crédito rural, para a agricultura brasileira, desde seu início na década de 1960 até os dias atuais. Para tal, foi realizada uma pesquisa bibliográfica, em livros e revistas, sobre o tema de política pública de crédito para a agricultura brasileira. Dessa forma, verifica-se que o crédito rural, instituído em meados da década de 1960, tinha caráter centralizador, apesar de não ser seletivo, priorizava um determinado grupo de agricultores, especialmente aqueles produtores de commodities, que estavam voltados ao mercado externo, além de incentivar a modernização da agricultura. Tendo em vista isto, uma parcela de agricultores ficavam a margem desse processo e não conseguiam acessar o crédito rural, principalmente os pequenos produtores. Com isso, após movimentos sociais, surge na década de 1990, em especial em 1996, o Programa Nacional de Abastecimento da Agricultura Familiar (PRONAF), que buscava através de taxas de juros reduzidas, fomentar e estimular a agricultura familiar. Por fim, nota-se que a política de crédito rural teve inicialmente caráter centralizado favorecendo alguns produtores, mas que ganhou um grande avanço a partir da criação de políticas que atendessem a um maior número de agricultores de acordo com as especificidades da produção e sabendo da grande diversidade que existe. No entanto, apesar da existência do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, os agricultores familiares enfrentam alguns desafios, já que a política ao longo da sua execução, devido ao fato de ainda carregar traços de uma política centralizadora, prioriza produtores consolidados e integrados ao mercado.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
SCAPIN, B.; TROIAN, A. CRÉDITO RURAL: DO CARÁTER CENTRALIZADOR AO RECONHECIMENTO E FOMENTO DAS DIVERSIDADES. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.