IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS DE SILVICULTURA EM RELAÇÃO À DECLIVIDADE NA MICRORREGIÃO DA CAMPANHA CENTRAL- RS

  • Maick da Silva
  • Aline Biasoli Trentin
Rótulo Declividade, Geotecnologias, Silvicultura

Resumo

Estudos de natureza geográfica auxiliam no planejamento do uso e ocupação do solo e a utilização de geotecnologias tem se mostrado como uma importante alternativa para a eficácia destes estudos. O objetivo deste trabalho foi analisar a ocorrência de áreas de silvicultura em relação à declividade do terreno na microrregião Campanha Central/RS, através da integração dos mapas de uso e cobertura da Terra e declividade. A metodologia consistiu na elaboração dos mapas de uso e cobertura da terra, declividade e mapa síntese entre a declividade e silvicultura. Para a elaboração do mapa de uso e cobertura da Terra foram obtidas imagens do satélite Landsat 8 - sensor OLI, com resolução espacial de 30 metros, referentes à órbita/ponto 223/081 e 224/081, nas datas de 07/06/2018 e 29/05/2018, respectivamente. Realizou-se o mosaico das cenas para cobrir a área de abrangência da microrregião. O processamento das imagens foi executado no software QGIS, versão 3.4, realizando-se o recorte das imagens com base nos limites da Microrregião da Campanha Central/RS, disponibilizado pelo IBGE. Utilizou-se a composição falsa cor 654 RGB a partir da qual se realizou a classificação digital através do plug in Dzetsaka com o classificador Gaussian Mixture Model, considerando as classes temáticas de silvicultura, outros usos, corpos dágua e bancos de areia. O mapa de declividade foi elaborado a partir de uma cena SRTM (Shuttle Radar Topography Mission), com resolução espacial de 90 metros, no QGIS, considerando as classes de declividade: 0-3% Plano; 3-8% Suave-ondulado; 8-20% Ondulado; 20-45% Forte-ondulado; 45-75% Montanhoso; >75% Forte-montanhoso. O produto final representou a integração dos mapas considerando o uso de silvicultura em relação às classes de declividade. O resultado do mapa de uso e cobertura da Terra mostrou que as áreas de silvicultura se concentram na região central e oeste, ocupando uma área de aproximadamente 156,3 km² (cerca de 9% da microrregião) predominando nos municípios de São Gabriel e Rosário do Sul. No mapa de declividade verificou-se que a área se caracteriza por relevo plano a suave-ondulado, fator que é característico do Bioma Pampa, onde a microrregião está inserida. As maiores declividades (3-8%) foram encontradas nos municípios de Rosário do Sul e Santana do Livramento, e uma pequena parcela em Santa Margarida do Sul. No mapa síntese com a identificação das áreas de silvicultura em relação à declividade do terreno observou-se que as áreas de silvicultura na microrregião estão dispostas em sua grande maioria em áreas identificadas como planas e somente na região de Santa Margarida do Sul se localizam próximo das áreas mais declivosas. Pelo exposto conclui-se que a utilização de geotecnologias demonstrou capacidade de gerar informações úteis para localizar áreas de uso de silvicultura, bem como a localização dessas áreas em relação à declividade do terreno.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
DA SILVA, M.; BIASOLI TRENTIN, A. IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS DE SILVICULTURA EM RELAÇÃO À DECLIVIDADE NA MICRORREGIÃO DA CAMPANHA CENTRAL- RS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.