GEOPROCESSAMENTO INTEGRADO A AEROGEOFÍSICA NA ANÁLISE DAS OCORRÊNCIAS DE CALCÁRIO NO ESCUDO SUL RIO GRANDENSE

  • Eduarda Pauli
  • Gabryelle Cherobini Zanon
  • Ana Paula Tavares
  • Maximilian Fries
Rótulo Mineral, Prospecção, Sensoriamento, Remoto

Resumo

O desenvolvimento da sociedade depende, além de insumos animais e vegetais, de recursos minerais. Embora a presença dos produtos oriundos dos bens minerais seja menos palpável, esses recursos são de suma importância para a subsistência da sociedade e manutenção das tecnologias atualmente usadas. Os recursos minerais não são renováveis, são considerados finitos pois na escala de tempo geológica, o contexto favorável a formação de uma jazida depende de alguns milhares de anos. Dentro deste contexto, as rochas ornamentais constituem um fundamental elemento utilizado em residências, prédios e utensílios. Possui elevado valor agregado dependendo da cor e variação de texturas. É um dos principais produtos exportados pelo Brasil sendo os granitos e mármores os principais tipos. No entanto rochas como basalto, diabásio, quartzito e outras rochas que dispensam esse tratamento, de menor valor econômico, também são utilizadas principalmente como revestimento e pavimentação. O presente trabalho tem como principal proposta identificar e analisar em um sistema de informações geográficas (SIG) as ocorrências de jazidas calcáreas no Escudo Sul-Riograndense (ESRG) por meio de dados aerogeofísicos. Especificamente foram analisados e processados dados aeromagnetométricos e gamaespectrométricos do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Projeto Aerogeofísico 1100 realizado no ano de 2010 no ESRG. Os valores anômalos magnéticos, contagem total (CT) e canais equivalentes de urânio (eU), tório (eTh) e porcentagem de potássio (K%) foram integrados em um ambiente SIG empregando-se o software de código livre QGIS versão 2.18.24. Como resultados foram gerados mapas específicos para os elementos Urânio, Tório e Potássio, além de um mapa de campo Magnético anômalo total da área de estudo. Esses mapas permitiram a detecção de significantes feições, anômalas e correlacionáveis às rochas que ocorrem na região e auxiliaram de delineação de estruturas geológicas em escala regional. Estes resultados ofereceram um diagnóstico possibilitando a identificação e espacialização das ocorrências de calcário localizadas nos limites do Complexo Porongos. Uma correlação com a geologia descrita da região permitiu a delimitação de pelo menos duas áreas de interesse. Os mapas gamaespectrométricos de contagem total para os elementos Urânio, Tório e Potássio e campo magnético anômalo total em uma segunda etapa de análise, ofereceram um realce e refinamento das feições detectadas anteriormente. Como produto final, regiões de interesse para a prospecção de calcário foram identificadas por meio da definição de regiões de interesse (alvo exploratório). A detecção de diferentes anomalias conjuntamente com a análise geológica e estrutural prévia ofereceu importante contribuição na investigação indireta desses recursos minerais na região. Além disso, consiste em importante subsídio na proposição de estudos prospectivos de detalhe e definição de alvos de interesse.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
PAULI, E.; CHEROBINI ZANON, G.; PAULA TAVARES, A.; FRIES, M. GEOPROCESSAMENTO INTEGRADO A AEROGEOFÍSICA NA ANÁLISE DAS OCORRÊNCIAS DE CALCÁRIO NO ESCUDO SUL RIO GRANDENSE. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.