CONFIABILIDADE DE SOFTWARE NA ANÁLISE DA TOXICIDADE IN SILICO

  • Jáizor Jonco
  • Patrícia Albano Patrícia Mariño
  • Graciela Maldaner
Rótulo toxicidade, in, silico, gestação, química, medicinal

Resumo

A classificação de risco dos medicamentos para uso na gestação foi estabelecida pela agência norte-americana Food and Drug Administration (FDA) com o propósito de orientar prescritores na escolha terapêutica mais adequada, classificando os fármacos em cinco categorias de risco. A categoria X inclui medicamentos contraindicados na gestação, pois estudos em animais e em mulheres grávidas demonstraram clara evidência de risco fetal, catalogando-os como teratogênicos. Na química medicinal, testes in silico são utilizados desde a década de 80, promovendo assim um planejamento e desenvolvimento (P&D) de fármacos de maneira mais racional. O objetivo desta pesquisa experimental foi avaliar a confiabilidade do programa Osiris® através do desenho e análise dos medicamentos categorizados como Risco X para uso em gestação. Primeiramente foram pesquisados os medicamentos classificados como risco X e, em seguida, foram pesquisadas suas fórmulas estruturais no site DrugBank. Após, os mesmos foram desenhados no software online gratuito Osíris® Property Explorer da Actelion Pharmaceuticals para avaliação in sílico dos potenciais efeitos tóxicos das estruturas. Os alertas de risco de toxicidade são uma indicação de que a estrutura desenhada pode ser prejudicial. Esse potencial é medido em três cores distintas (verde, isento de efeitos tóxicos; amarelo, alerta de toxicidade e vermelho, alto risco). Uma tabela foi elaborada com os fármacos e os resultados encontrados para posterior cálculo de porcentagem para avaliação do software. Ao total, 76 fármacos estão classificados como risco X; destes, 6 não foram passíveis de desenho no Osiris®. Assim, entre os 70 medicamentos avaliados, apenas 40 (57,14%) apresentaram pelo menos um indicativo de alto risco tóxico (cor vermelha): 06 apontaram risco de mutagenicidade, 13 de tumorigenicidade, 5 com efeito irritante e 35 com efeitos sobre o aparelho reprodutor. Porém, visto que o foco desta pesquisa ser medicamentos de risco em período gestacional, dentre os parâmetros avaliados pelo Osíris®, o potencial tóxico sobre o aparelho reprodutor pode ser descartado. Assim, 17 medicamentos apresentam-se com indicação de alto risco de toxicidade, o que corresponde a 24,3% entre todos os medicamentos com indicação de toxicidade quando estudadas in silico. Cabe ressaltar que os estudos in silico são apenas uma predição, nunca podendo substituir estudos in vitro, servindo como um complemento aos mesmos. Além disso, neste estudo, a farmacocinética dos fármacos aqui desenhados não foi avaliada, podendo muitos destes apresentar metabólitos tóxicos. O uso de ferramentas computacionais na Química medicinal emerge como uma abordagem economicamente viável e eticamente adequada, uma vez que auxilia na decisão da sequência de testes experimentais in vivo de uma determinada molécula. Na área acadêmica, os softwares online contribuem para ampliar o conhecimento de alunos em seus estudos e familiarizá-los com estas ferramentas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
JONCO, J.; ALBANO PATRÍCIA MARIÑO, P.; MALDANER, G. CONFIABILIDADE DE SOFTWARE NA ANÁLISE DA TOXICIDADE IN SILICO. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.