AÇÃO DA BLEPHAROCALYX SALICIFOLIUS EM UMA ENZIMA CARDÍACA

  • Ariane Carvalho
  • Fabricio Ocampo Da Luz E Silva
  • Sue Elle Berro da Silva
  • Cleci Menezes Moreira
Rótulo Miosina, inibição, enzimática, murta

Resumo

A Blepharocalyx salicifolius pertence à família Myrtaceae, conhecida como murta. Usada popularmente em distúrbios gastrointestinais, estados hemorrágicos e doenças infecciosas. Trabalhos mostram ações anti-inflamatórias, antiespasmódicas, antinociceptivas, ações antibacterianas e anti-hipertensiva. Não há relatos científicos da ação cardíaca desta planta. A miosina cardíaca é a proteína responsável pela geração de força para a contração muscular, através da hidrólise do ATP pela ATPase miosínica. Alterações na atividade desta podem levar ao efeito inotrópico negativo prejudicando a contratilidade miocárdica. Algumas plantas podem produzir efeito inotrópico positivo e outras inotrópico negativo, os efeitos da Blepharocalyx salicifolius ainda não estão elucidados. Objetivo deste trabalho foi avaliar a ação do extrato desta planta na atividade da ATPase miosínica cardíaca. Para tanto, foi liofilizado o extrato aquoso das folhas secas (5%). A extração da miosina do ventrículo esquerdo de ratos Wistar machos (3 meses) foi homogeneizado em solução tampão fosfato 150 mM contendo 0,6M de KCl, pH 6,5, sendo assim a miosina solubilizada, precipitada com adição lenta de água, centrifugada a 30.000 x g por 30 min, este procedimento foi realizado mais duas vezes para a extração da miosina. O ensaio da atividade foi realizado com tampão (pH 7,0) contendo 50 mM HEPES; 5mM de CaCl2; 0,6 M KCl; sendo ATP o substrato, em um volume final de 200 µL. A atividade específica da enzima foi expressa através do fosfato liberado pela hidrólise do ATP, em nmol de Pi/min/mg de proteína. Proteína foi quantificada por Bradford. Foram testadas três concentrações de extrato (125, 250, 350µg/mL) frente a várias concentrações de ATP (0,15; 0,25; 0,50mM). A partir da curva dose resposta os resultados mostraram: ATP(mM):0,15, com extrato (µg/mL): 125 inibiu 19,3%; 250 inibiu 35,7%; 350 inibiu 51,1%. ATP(mM):0,25, com extrato (µg/mL): 125 inibiu 23,9%; 250 inibiu 31,6%; 350 inibiu 46,3%. ATP(mM):0,50, com extrato (µg/mL): 125 inibiu 19,1%; 250 inibiu 26,6%; 350 inibiu 43,7%. Com esses dados construímos o duplo recíproco de linewaver-burk onde este plot mostra uma inibição do tipo mista. Esses resultados mostram que o extrato aquoso da Blepharocalyx salicifolius apresentou inibição da atividade da ATPase miosínica dose dependente e com o tipo misto de inibição. O uso do chá desta planta por pacientes hipertensos merece cuidados, uma vez que a inibição desta atividade enzimática pode levar a diminuição da força cardíaca.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
CARVALHO, A.; OCAMPO DA LUZ E SILVA, F.; ELLE BERRO DA SILVA, S.; MENEZES MOREIRA, C. AÇÃO DA BLEPHAROCALYX SALICIFOLIUS EM UMA ENZIMA CARDÍACA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.