DESAFIOS VIVENCIADOS PELAS FAMÍLIAS DE CRIANÇAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS DE SAÚDE

  • Marilise Vieira
  • Carla Valéria Dornelles Valau
  • Michele Bulhosa de Souza
Rótulo Enfermagem, Pediátrica, Cuidadores, Doença, Crônica

Resumo

i) introdução: os avanços tecnológicos na área da saúde prolongaram a expectativa de vida de crianças prematuras extremas e/ou com condições crônicas as quais exigem cuidados especiais de saúde. Inexistem dados oficiais sobre o número de crianças com necessidades especiais de saúde (CRIANES) e os profissionais de saúde precisam de conhecimentos específicos para essa assistência. ii) objetivo: conhecer os desafios vivenciados pelas famílias de CRIANES descritos na literatura científica. iii) método: trata-se de uma revisão integrativa da literatura, que buscou responder a pergunta de pesquisa: Quais os desafios vivenciados pelas famílias de CRIANES evidenciados na literatura científica? Para realizar a busca os descritores foram: cuidadores, enfermagem pediátrica, doença crônica, com o operador booleano AND, na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e Scientific Eletronic Library Online (SCIELO). A coleta ocorreu de fevereiro a maio 2019. Utilizou-se como critérios de inclusão publicações em português; artigos disponíveis na integra, na forma de artigos científicos, publicados de 2009 a 2018. Excluíram-se aqueles que se repetiram no momento da pesquisa; resumos para congressos e anais de eventos; teses, dissertações, manuais de órgãos governamentais e os não disponíveis de forma completa na base de dados. Obtiveram-se 20 resultados e após aplicação dos critérios exclusão foram incluídos seis artigos na pesquisa. iv) resultados e discussão: compuseram o corpus de análise seis artigos. Os resultados trazem que as famílias de CRIANES enfrentam diversos desafios diariamente para o tratamento e cuidados destinados a essas crianças entre eles: financeiros, emocionais, acesso aos serviços de saúde, falta de apoio dos profissionais e de grupos de apoio, medo da perda. Destaca-se que a família sofre um grande impacto ao ter que conviver com uma criança com doença crônica e passa a ter nesse primeiro momento o sentimento de negação do problema de saúde da criança e vivencia então o luto do filho idealizado, planejado e saudável. Precisa então reorganizar-se para conviver com uma criança especial, que necessita de cuidados os quais a família não está preparada para executar, e muitas vezes sem ter uma rede de apoio. Em relação ao acesso aos serviços de saúde destaca-se a falta de apoio e acolhimento dos profissionais de saúde da atenção básica, dificultando o tratamento, e seus cuidadores acabam buscando o atendimento apenas nos serviços de urgência e emergência, isso poderia ser evitado se estes pacientes fossem atendidos na rede básica de saúde. Os profissionais da atenção básica precisam estar aptos a realizar o cuidado das CRIANES e seus familiares para evitar hospitalizações desnecessárias e compor o serviço de referência e contra referência. v) conclusão: quando os profissionais escutam os familiares, ofertam apoio e informações sobre o quadro clínico tem-se maior sucesso no tratamento, pois a família sentem-se preparada para os cuidados com as CRIANES.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
VIEIRA, M.; VALÉRIA DORNELLES VALAU, C.; BULHOSA DE SOUZA, M. DESAFIOS VIVENCIADOS PELAS FAMÍLIAS DE CRIANÇAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS DE SAÚDE. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.