HÁBITO DE COMER SEM ATENÇÃO ESTÁ ASSOCIADO A CONSUMO REGULAR DE PRODUTOS ULTRAPROCESSADOS

  • Helena Imbelloni
  • Larissa Robalo Ferreira
  • Andressa Mendonça dos Santos
  • Darcieli da Silva Figueiredo
  • Lana Carneiro Almeida
  • Roberta de Vargas Zanini
Rótulo Adolescente, Comensalidade, Comportamento, alimentar

Resumo

O Guia Alimentar para População Brasileira de 2014 recomenda priorizar alimentos in natura, evitar alimentos ultraprocessados (AUP) e comer com atenção. O consumo de AUP entre adolescentes é elevado e o estudo dos fatores associados é essencial para que intervenções possibilitem escolhas mais saudáveis ao longo da vida. Esta pesquisa transversal de base escolar foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UNIPAMPA (CAAE 14658919.3.0000.5323) e objetivou analisar a associação entre o hábito de comer com atenção e o consumo de AUP de adolescentes de Itaqui/RS, de junho a julho de 2019. A população-alvo constituiu-se dos 123 alunos matriculados do 6º ao 9º ano na Escola Municipal de Ensino Fundamental Getúlio Vargas. O consumo regular (≥5x/semana) de 17 AUP representou o desfecho, e a exposição foi o hábito de comer com atenção, avaliado por meio de 5 questões com respostas tipo Likert, a partir das quais foi construído um score de 0-100 para categorização em tercis. Foram calculadas prevalências e testadas associações com os testes qui-quadrado e exato de Fischer (p<0,05). Aceitaram participar da pesquisa 62 (50,4% do total) estudantes, com idade média (desvio-padrão) de 13,94 (1,49) anos, maioria (59,7%) do sexo masculino. Consumo regular de molhos de tomate, guloseimas, bolos prontos e salgadinhos de pacote (AUP que apresentaram associação significante com a exposição) foi observado, respectivamente, em 24 (34,3%), 12 (19,7%), 10 (16,1%) e 6 (9,7%) dos estudantes. A média (desvio-padrão) do score do hábito de comer com atenção foi de 70,8 (20,4) e um quarto da amostra (n=16) apresentou score < 60. Entre os adolescentes no menor tercil do hábito de comer com atenção, a prevalência de consumo regular versus não regular foi de 45,8% vs 29,7% para molhos de tomate (p=0,005), 66,7% vs 30,6% para guloseimas (p=0,007), 60% vs 32,7% para bolos prontos (p=0,041), e 83,3% vs 32,1% para salgadinhos de pacote (p=0,043). De acordo com o Guia Alimentar, a maioria dos AUP é formulada justamente para ser consumida de forma rápida e em qualquer lugar, sem a necessidade de utensílios nem de se sentar à mesa, sendo comum o seu consumo enquanto se fazem outras atividades, como assistir à TV ou estudar. Ao aumentar a concentração no ato de comer, desfruta-se de todo o prazer proporcionado pelos diferentes cheiros, texturas e sabores dos alimentos, e o organismo sinaliza devidamente a sensação de saciedade, reduzindo a chance de comer além da necessidade. O presente estudo mostra que adolescentes que se alimentam com menos atenção são também adolescentes com maior frequência de consumo regular de AUP, sugerindo que o que se come e a forma como se come são fatores indissociáveis para a qualidade da alimentação. Considerando que esse hábito está associado ao desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis ao longo da vida, sugere-se que ações focadas em conscientização e mudança de hábitos alimentares sejam realizadas com essa população.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
IMBELLONI, H.; ROBALO FERREIRA, L.; MENDONÇA DOS SANTOS, A.; DA SILVA FIGUEIREDO, D.; CARNEIRO ALMEIDA, L.; DE VARGAS ZANINI, R. HÁBITO DE COMER SEM ATENÇÃO ESTÁ ASSOCIADO A CONSUMO REGULAR DE PRODUTOS ULTRAPROCESSADOS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.