CARACTERIZAÇÃO DOS PACIENTES ATENDIDOS PELA FISIOTERAPIA EM UM HOSPITAL NA FRONTEIRA OESTE DO RS.

  • Ariel Escobar
  • Ariel Aline Jardim Alves Escobar
  • Franck Maciel Pecanha
  • Rafael Tamborena Malheiros
Rótulo Fisioterapia, hospitalar, Epidemiologia, nos, serviços, saúde, Residência

Resumo

O avanço de tratamentos diferenciais, ligados ao desenvolvimento tecnológico e científico, tem resultado no aumento da expectativa de vida. Entretanto, da mesma forma observa-se a elevação dos índices de doenças crônicas e suas comorbidades, que necessitam de cuidados especializados. No ambiente hospitalar o fisioterapeuta atua no atendimento de pacientes internados com ênfase na funcionalidade do indivíduo nas áreas da cardiorrespiratória, neurologia, traumatologia e oncologia. Os programas de residência multiprofissional na área da saúde são voltados para a educação em serviço, sendo um programa de cooperação inter-setorial. No ano de 2015 foi criado o Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Urgência e Emergência (RUE) da Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA, com a premissa de articular e interligar a Universidade com a equipe multiprofissional do Hospital Santa Casa de Caridade de Uruguaiana (HSCCU). A caracterização dos pacientes atendidos pela equipe de Fisioterapia, em conjunto com a RUE, possibilita conhecer dados consistentes que permitam o aperfeiçoamento dos processos de assistência à saúde dos pacientes. O presente estudo objetiva realizar a caracterização dos pacientes atendidos pela Fisioterapia, no âmbito hospitalar, bem como, doenças de maior prevalência e procedimentos realizados pela equipe. Trata-se de um estudo quantitativo, retrospectivo, com base no censo diário realizado pela equipe de Fisioterapia do HSCCU e da RUE, nos meses de abril a julho de 2019. Foram elencados os procedimentos desenvolvidos, número de pacientes atendidos, doenças e comorbidades e destino dos pacientes. Como resultados, verificamos que a Fisioterapia respiratória foi o procedimento mais utilizado no atendimento aos pacientes. Esta modalidade terapêutica visa à redução de complicações cardiorrespiratórias e do imobilismo no leito, atuando na prevenção e no tratamento das diversas doenças. O acidente vascular cerebral (AVC) foi à doença com maior prevalência. Os pacientes neurológicos são diretamente beneficiados com o atendimento precoce, reduzindo as chances de morbimortalidades associadas aos déficits motores e sensoriais. Cabe salientar que a integração entre a equipe multiprofissional do hospital e a residência, promove a interdisciplinaridade entre os setores, facilitando e tornando o cuidado mais horizontalizado. Com base em nossos resultados podemos concluir que a fisioterapia respiratória foi à conduta mais realizada, com objetivo de proporcionar uma redução no tempo de hospitalização e redução de comorbidades destes indivíduos. Além disso, verificamos que dentre os pacientes atendidos o AVC foi à doença mais prevalente. O conhecimento do perfil dos pacientes internados e dos procedimentos realizados auxilia na projetação de indicadores que favorecem a qualificação profissional, com ênfase na promoção e na integralidade da atenção a saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
ESCOBAR, A.; ALINE JARDIM ALVES ESCOBAR, A.; MACIEL PECANHA, F.; TAMBORENA MALHEIROS, R. CARACTERIZAÇÃO DOS PACIENTES ATENDIDOS PELA FISIOTERAPIA EM UM HOSPITAL NA FRONTEIRA OESTE DO RS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.