EFEITOS DA 5-CHLORO-3-(HIDROXI IMINO) INDOLIN-2-ONE CONTRA TOXICIDADE RENAL AGUDA CAUSADA PELO MALATION EM RATOS

  • Antonio Neto
  • Anne Savall
  • Fernando Icaro
  • Oscar Borba
  • Cristiane Luchese
  • Simone Pinton
Rótulo Oxima, 1, Malation, 2, Toxicidade, 3

Resumo

O consumo de alimentos contendo resíduo de agrotóxicos, mesmo em pequena quantidade e por um período longo, podem contribuir para o aparecimento de alterações renais e hepáticas, afetando um número significativo da população e que usualmente estão associadas a várias comorbidades (TORIANI et al., 2017). O malation (S-1,2(bis-ethoxycarbonyl)ethyl-O,O-dimethyl phosphorodithioate) é um composto pertencente a classe dos organofosforados que têm como principal mecanismo de ação a inibição da acetilcolinesterase, promovendo toxicidade colinérgica, além disso, estudos têm demonstrado seu envolvimento na toxicidade renal. Diante do envenenamento pelo malation, utiliza-se de atropina e oximas para melhoramento do quadro clínico, porém, o uso de oximas ainda têm inconsistências quanto a sua eficácia. Desta forma, a (3Z)-5-chloro-3-(hidroxi imino)indolin-2-one é uma molécula que têm demonstrado propriedades importantes, como o restabelecimento de níveis de glicemia e da atividade das colinesterases hepáticas durante a exposição ao malation (ABREU et al., 2019). Sendo assim, objetivo deste estudo foi verificar o possível papel da Cl-HIN nos parâmetros séricos de toxicidade renal após a exposição aguda ao malation em diferentes intervalos de tempo. Para tal, ratos machos Wistar, com cerca de 60 dias de vida, foram divididos em 4 grupos (Controle; Malation; Cl-HIN; e Malation + Cl-HIN). Após um jejum de 12h, os ratos foram expostos ao malation (400 mg/kg, via oral gavage) e/ou, trinta minutos depois, foi administrado a Cl-HIN (50 mg/kg, via oral gavage). Os controles receberam água salina, 8 ml/kg e/ou óleo 3 ml/kg. 2h, 12h e 24h após a exposição ao malation, os animais foram eutanasiados e as amostras de sangue coletadas para análises de creatina e ureia por kit comercial (BIOCLIN). Os resultados demonstraram que o malation aumentou os níveis de creatinina quando comparados ao controle no intervalo de 24h após a exposição aguda (p=0.0214) e o tratamento com a Cl-HIN conseguiu diminuir esses níveis aos níveis do grupo controle (p=0.0091). Entretanto, os níveis de uréia não foram significativamente alterados entre os grupos. Com base nos resultados obtidos, podemos concluir que o tratamento com a oxima Cl-HIN demonstra potencialidade terapêutica a respeito da toxicidade renal causada pela exposição aguda ao malation em ratos. Palavras-chave: Oxima 1. Malation 2. Toxicidade 3. Referências: DA LUZ ABREU, Edina et al. (3Z)-5-Chloro-3-(Hydroxyimino) indolin-2-one attenuates hyperglycemia, increased hepatic glycogen content and hepatic damage induced by malathion acute exposure in rats. Nutrition & Metabolism, v. 16, n. 1, p. 1-9, 2019. DOS SANTOS TORIANI, Sônia et al. A influência do organofosforado Malation 500 EC® na função hepática, renal e tireoidiana de ratas. Salina, v. 33, n. 6, p. 0-8.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
NETO, A.; SAVALL, A.; ICARO, F.; BORBA, O.; LUCHESE, C.; PINTON, S. EFEITOS DA 5-CHLORO-3-(HIDROXI IMINO) INDOLIN-2-ONE CONTRA TOXICIDADE RENAL AGUDA CAUSADA PELO MALATION EM RATOS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.