DISPERSÃO DOS ESTROS EM OVELHAS TEXEL SUBMETIDAS A DIFERENTES PROTOCOLOS DE INDUÇÃO

  • Laura Mattos
  • Diúlia Zolin Galvani
  • Theline Ribeiro Gonçalves
  • Êmili Hernandes Gonçalves
  • Andressa dos Santos Souto
  • Gladis Ferreira Correa
Rótulo SINCRONIZAÇÃO, DE, CIOS, –, PROSTAGLANDINA, MEDROXIPROGESTERONA, -, OVINOCULTURA

Resumo

A busca por alternativas que possam gerar uma maior produtividade tem ganhado cada dia mais espaço em nosso meio de produção atual, as técnicas de indução ao cio podem ser indispensáveis na hora do planejamento reprodutivo dos animais alterando a época de natural de reprodução. Desta forma, este trabalho tem como objetivo a comparação de diferentes métodos de indução ao cio, visando identificar a dispersão da expressão dos estros ao longo de 96 horas. O experimento foi realizado no Campo Municipal de Cooperação da prefeitura de Santana do Livramento, localizado na localidade conhecida como Florentina, a 17 km da sede do município. Foram testadas 31 ovelhas da raça Texel (CEUA 054-2018), dividas em três lotes homogêneos considerando idade e condição corporal. Os animais foram mantidos exclusivamente em campo nativo, em pastoreio contínuo e os tratamentos foram: Tratamento 1 - com aplicação de prostaglandina (PROST): composto por dez ovelhas que receberam duas doses de 0,5 ml de prostaglandina/intramuscular (IM) profunda, com intervalo de sete dias; Tratamento 2 com aplicação de pessários intravaginais impregnados de medroxiprogesterona (MAP): composto de onze ovelhas, onde foi introduzidos pessários vaginais com Medroxiprogesterona (MAP), no dia zero e retirados sete dias depois, e Tratamento 3 sem aplicação de nenhum tratamento (CONTROL): composto por dez ovelhas, que foram submetidas à monta natural sem indutores de estro. Os dados foram planilhados em Excel e submetidos a analise de variância. O delineamento adotado foi inteiramente casualizado. Quando avaliada a dispersões das manifestações dos estros ao longo das 96 horas, dividida em 4 dias, observou-se que as maiores frequências foram apresentadas nas primeiras 48 horas, em qualquer um dos tratamentos hormonais, após o término da aplicação dos mesmos. O grupo PROST apresentou 90% das ovelhas em cio nas primeiras 48 horas após aplicação da segunda dose de prostaglandina, frente a 36,79% do MAP e 30% do grupo CONTROL. Este resultado demonstra que a aplicação de duas doses de prostaglandina, com intervalo curto de sete dias, é eficiente na indução de cios em ovelhas. A aplicação de protocolo curto com prostaglandina demonstrou eficácia em ovelhas Texel, na manifestação de cios nas primeiras 48 horas após a aplicação. No presente experimento observaram-se diferenças entre os tratamentos em relação à apresentação de estros nos primeiras 96 horas mesmo assim apresentou resultados significativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
MATTOS, L.; ZOLIN GALVANI, D.; RIBEIRO GONÇALVES, T.; HERNANDES GONÇALVES, ÊMILI; DOS SANTOS SOUTO, A.; FERREIRA CORREA, G. DISPERSÃO DOS ESTROS EM OVELHAS TEXEL SUBMETIDAS A DIFERENTES PROTOCOLOS DE INDUÇÃO. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.