Comparação do teor alcoólico e sólidos solúveis totais reais com informações dos rótulos de cachaças

  • Geyze Alves
  • Andressa Pereira Dorneles Souza
  • Laura Alves Gimenez
  • Amanda Dias Meinhardt
  • Angelita Machado Leitão
Rótulo alcoômetro, refratômetro, rotulagem, legislação

Resumo

A cachaça é a denominação típica da aguardente de cana, produzida no Brasil. É uma bebida alcoólica proveniente da destilação do caldo de cana fermentado, com graduação alcoólica de 38% a 48% em volume a 20°C, podendo ser adicionada de até 6g.L-1 de açucares, expresso em sacarose. A composição da bebida varia conforme o lugar de produção, clima, variedade da cana, formas de industrialização e períodos de armazenamento. Devido a essas variações o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), exige que algumas informações sobre o produto devam constar no rotulo do mesmo. Dentre as informações exigidas está a declaração do teor alcoólico em porcentagem por volume (% volume) e se o teor açucares for maior que 6g.L-1 deve constar no rotulo a palavra adoçada. Dentre as variedades de cachaça comercializadas, as adoçadas são as mais consumidas e as mais comercializadas são as que possuem teor alcoólico 39% v/v. Adiciona-se açúcar as cachaças como uma forma de padronizar o sabor da bebida, uma vez que este mascara o sabor do etanol e eventuais defeitos sensoriais. A cachaça é uma bebida de baixo custo, consumida por jovens brasileiros e as informações contidas nos rótulos, ajuda a prevenir as consequências negativas provenientes de seu consumo. O presente trabalho teve como objetivo comparar as informações sobre o teor alcoólico e o teor de sólidos solúveis totais (SST) reais com os valores descritos nos rótulos de cachaças. Foram adquiridas no comércio local da cidade de Itaqui-RS, quatro amostras de cachaças de diferentes marcas e mantidas em suas embalagens originais e a temperatura ambiente até o momento da realização das análises. Nestas realizou-se analises de teor alcoólico e de SST, em triplicata. O grau alcoólico real foi determinado através de um alcoômetro centesimal (Alcoômetro de Gay Lussac) que determina o grau alcoólico das misturas de água e álcool, indicando somente a concentração do álcool em volume a 20 ºC. E o teor de SST foi determinado em refratômetro de Abbé, o qual determina a concentração de uma solução através da medida do índice de refração. Das amostras analisadas 25% apresentaram teor alcoólico abaixo do indicado no rotulo e fora dos parâmetros estabelecidos pela legislação e as demais amostras (75%) estavam de acordo com a rotulagem e dentro da faixa indicada pela legislação para cachaça. Todas as amostras apresentaram teores de SST acima de 6g.L-1 indicando cachaças adoçadas, mas 25% dos rótulos não possuem a expressão adoçada. Estudos realizados por outros autores demonstram que as cachaças comercializadas no município de Passo Fundo-RS apresentaram-se dentro dos patrões preconizados pela legislação, para o teor alcoólico. Os resultados da pesquisa demonstram que existem divergências entre as informações descritas nos rótulos e os valores reais de teor alcoólico, bem como a não conformidade com a legislação para o teor de SST nas cachaças comercializadas no município de Itaqui-RS.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-28
Como Citar
ALVES, G.; PEREIRA DORNELES SOUZA, A.; ALVES GIMENEZ, L.; DIAS MEINHARDT, A.; MACHADO LEITÃO, A. Comparação do teor alcoólico e sólidos solúveis totais reais com informações dos rótulos de cachaças. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 28 ago. 2020.