ANÁLISE DA PRESENÇA DE RELIGIÕES EM RÁDIOS DE URUGUAIANA

  • Manuel Neto
  • Eloísa Joseane da Cunha Klein
Rótulo Religião, Rádio, Islã, Umbanda, Cristianismo

Resumo

O seguinte texto apresenta o resultado de uma pesquisa sobre a presença das religiões mais seguidas em Uruguaiana na mídia local através da análise da programação de três das principais rádios do município. O levantamento foi realizado como parte das atividades iniciais do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em Jornalismo desenvolvido pelo autor sob orientação da professora Eloisa da Cunha Klein e justifica-se devido a diversidade religiosa de Uruguaiana. O último censo nacional realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) demonstrou que católicos formam a maioria da população, somando 73.505 mil fiéis, evangélicos vem em seguida com 33.389 seguidores e o espiritismo é a terceira religião mais seguida, com quase 5 mil fiéis (https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rs/uruguaiana/panorama). Apesar de não constarem no censo, Uruguaiana também possui uma relevante comunidade islâmica e de seguidores de religiões afro-brasileiras. O município possui uma das maiores colônias palestinas do Rio Grande do Sul, hoje composta por cerca de 250 pessoas, através da qual o islã chegou à cidade. Além disso, segundo levantamento da Sociedade Espiritualista de Umbanda (Aruanda), Uruguaiana tem 300 terreiros devidamente cadastrados onde se praticam sessões de umbanda, quimbanda e batuque. O objetivo da pesquisa foi observar qual a capilaridade de cada religião dentro das rádios mais ouvidas da cidade e de que forma e com qual extensão é realizada a cobertura de temas ou eventos relevantes a esses grupos religiosos. Para isso, valendo-se de técnicas da análise de conteúdo, foram observadas a programação das seguintes rádios: Charrua, Jovem Hits e Rádio Elshadday. Foi considerado ainda como as programações das rádios noticiaram as comemorações e atividades de católicos e umbandistas no Dia de Nossa Senhora dos Navegantes e de Iemanjá, ambos comemorados em dois de fevereiro de 2022. A data foi escolhida por apresentar caráter sincrético e permitir verificar se haveria diferença na forma de tratamento das duas religiões. Além disso, a programação exibida pelas rádios no dia primeiro de abril, que marcou o início do Ramadã, a principal data do calendário islâmico, em 2022, também foi acompanhada para observar se haveria referência a esse período sagrado para os muçulmandos. Foi notado que, das três rádios analisadas, somente a Charrua não possui um programa voltado ao público religioso. A Jovem Hits apresenta semanalmente o programa Espiritismo no Ar, no qual se discutem temas relacionados à fé espírita e assuntos gerais sobre um viés religioso. Já a Rádio Elshadday é uma rádio gospel, apresentando uma variedade de programas voltados ao público evangélico em meio ao seu conteúdo jornalístico e musical. Esses programas são Caminhos para a Adoração, focado em evangelização e realizado com a Igreja Cristo Vive; A Cadeia da Prece, realizado junto da igreja Quadrangular e voltado para a leitura da Bíblia; e Pelos Caminhos da Vida, também sobre evangelização e desenvolvido pela Quadrangular. Todos esses programas são diários e apresentados por pastores do município. Não há programas sobre religiões afro-brasileiras nem sobre o islã em nenhuma das rádios. Quanto a noticiação das tradicionais festas de Nossa Senhora dos Navegantes e Iemanjá no dia dois de fevereiro, no Jornal da Tarde, da Charrua, a data foi a primeira coisa noticiada no programa, com o locutor explicando a importância religiosa que o evento tem para os católicos e anunciado a carreata que a igreja realizaria ao fim da tarde. Houve somente uma breve menção às celebrações de Iemanjá. Já no Jornal da Hits, exibido pela Jovem Hits, a data também foi lembrada logo no início. Fez-se referência às homenagens realizadas à beira do Rio Uruguai pelos umbandistas e foi dada a notícia de que os povos de terreiro não iriam realizar procissões nem carreatas, somente celebrações nos terreiros. Foi ainda comunicada em detalhes a programação da igreja Católica, com a realização de missas e carreatas em homenagem à Nossa Senhora dos Navegantes. A rádio Elshadday não fez referência à data. Também notou-se que nenhuma das rádios fez referência ao Ramadã. Por fim, conclui-se através do levantamento que há pouca penetrabilidade das religiões afro-brasileiras e islâmica na programação e no noticiário das rádios analisadas, podendo contribuir para um desconhecimento sobre a relevante presença desses sistemas de fé na cidade. Apesar de também ser uma religião minoritária, o espiritismo tem presença em uma das rádios mais ouvidas do município, assim como o evangelicalismo. Já o catolicismo, mesmo não tendo um programa específico, parece contar com ampla divulgação de suas datas sagradas e presença nos noticiários.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2022-11-23
Como Citar
NETO, M.; JOSEANE DA CUNHA KLEIN, E. ANÁLISE DA PRESENÇA DE RELIGIÕES EM RÁDIOS DE URUGUAIANA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 2, n. 14, 23 nov. 2022.