DISCIPLINA POSITIVA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA PERSPECTIVA PARA O DESENVOLVIMENTO DAS COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC

  • Camille Grizon
  • Camille Luzia Grizon
  • Mariângela Faria de Faria
  • Ana Carolina de Oliveira Salgueiro de Moura
Rótulo Disciplina, positiva, Base, Nacional, Comum, Curricular, Competências, socioemocionais

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo apontar as contribuições da Disciplina Positiva para o desenvolvimento das competências socioemocionais mobilizadas pelas competências gerais da BNCC, voltando-se para a educação infantil. A Disciplina Positiva é baseada no respeito mútuo, no encorajamento, no desenvolvimento de habilidades sociais e de vida, os quais se aproximam daqueles que embasam a BNCC em busca de uma educação integral. A pesquisa justifica-se pela atualidade e o caráter inédito da temática visto que a BNCC ainda está sendo implementada nas escolas, e a Disciplina Positiva é uma nova abordagem para o Brasil. Não tendo a intenção de esgotar a temática, mas sim dar início a uma discussão que pode ser considerada exploratória de caráter qualitativo. A pesquisa delimita-se pela revisão integrativa de literatura sobre a temática realizada no período maio a setembro de 2021 nos repositórios Scientific Eletronic Library Online (SciELO), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Periódicos Eletrônicos em Psicologia (PePSIC) e Bielefeld Academic Search Engine (BASE). O primeiro critério de inclusão de artigos foi o recorte temporal, apenas artigos publicados a partir do ano 2015 a setembro de 2021 foram considerados para esta pesquisa. Os critérios seguintes foram artigos em língua portuguesa, de acesso livre na íntegra e apenas artigos ou trabalhos de conclusão de curso de graduação. Em seguida, realizou-se uma análise preliminar com base no título e resumo para verificar se de fato o artigo tinha relevância para a questão de pesquisa levantada. A partir dos artigos selecionados, eles foram analisados por suas características de identificação e por suas características de conteúdo. Após a leitura dos resumos dos artigos previamente selecionados, excluíram-se trabalhos com objetivos muito específicos, que tratavam de apenas uma disciplina ou casos especiais e de características únicas. Analisaram-se então sete trabalhos, que apontam a Disciplina Positiva como um caminho alternativo que evidencia a promoção do autodesenvolvimento e a formação socioemocional tanto em adultos como em crianças e o impacto positivo que proporcionam na qualidade de vida, bem-estar físico e mental. Dessa maneira possibilita contribuições benéficas no que tange as competências socioemocionais mobilizadas pelas competências gerais da BNCC. Apenas um estudo trouxe um contraponto, porém relacionado ao documento nacional ponderando sobre a orientação tecnicista das competências e habilidades. Divergindo da abordagem deste trabalho, o qual defende a mediação dos princípios da BNCC no que tange a autorresponsabilidade, o empoderamento da criança, o poder da voz e a importância de a criança ser ouvida e respeitada pelo adulto, o que é o oposto de ser apenas um cidadão funcional. A revisão de literatura mostra que os estudos em língua portuguesa referentes a Disciplina Positiva ainda são poucos, por isso é importante dar continuidade à discussão. Já a produção de estudos sobre a BNCC mostrou-se mais ampla, o que é interessante e produtivo para a melhoria da educação, pois a exploração permite que diferentes pontos de vista sejam abertos e novas percepções surjam, como a que aqui se estabeleceu entre a Disciplina Positiva e as competências socioemocionais mobilizadas pelas competências gerais da BNCC. A Disciplina Positiva pode contribuir para o desenvolvimento das competências socioemocionais mobilizadas pelas competências gerais da BNCC para a educação infantil, visto que os princípios da Disciplina Positiva que prezam pela gentileza, respeito, autoestima, empoderamento, responsabilidade e autonomia vão ao encontro e até são os mesmos que as habilidades propostas para serem desenvolvidas pela educação institucionalizada na BNCC. Por isso é um modelo educacional ideal para educadores que se preocupam com o ser humano que está ali diante deles, que entendem que ensinar é mais do que transmitir e que aprender é um processo construído em conjunto. Apesar desta ser uma pesquisa exploratória e delimitada pela revisão de literatura da temática, considera-se um passo importante para discussão e ampliação do repertório educacional. Sugere-se que pesquisas futuras possam ser trabalhadas a partir da metodologia de estudo de caso ou relatos de experiências a fim de ampliar o escopo da prática do uso da Disciplina Positiva na educação infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2022-11-23
Como Citar
GRIZON, C.; LUZIA GRIZON, C.; FARIA DE FARIA, M.; CAROLINA DE OLIVEIRA SALGUEIRO DE MOURA, A. DISCIPLINA POSITIVA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA PERSPECTIVA PARA O DESENVOLVIMENTO DAS COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 2, n. 14, 23 nov. 2022.