COMO ESTÁ INSERIDO O CONTÉUDO DE ZOOLOGIA EM LIVROS DIDÁTICOS: UMA PERSPECTIVA DE 2012 ATÉ OS DIAS DE HOJE

  • Roseana Passos
  • Mélany Silva dos Santos
  • Lavínia Schwantes
Rótulo Livro, didático, zoologia, ensino, médio

Resumo

COMO ESTÁ INSERIDO O CONTÉUDO DE ZOOLOGIA EM LIVROS DIDÁTICOS: UMA PERSPECTIVA DE 2012 ATÉ OS DIAS DE HOJE Roseana Avila Passos, Mestranda em Educação em Ciências, Universidade Federal do Rio Grande Mélany Silva Santos, Doutoranda em Educação em Ciências, Universidade Federal do Rio Grande e-mail: ropassosss@hotmail.com O presente trabalho é um recorte de uma dissertação de mestrado, do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências. Primeiramente, gostaria de afirmar que o livro didático é um grande aliado do professor em sala de aula, pois é uma ferramenta encontrada em qualquer escola, seja ela particular ou pública e muitas vezes, ele é o único recurso disponível. Muitos professores baseiam as suas aulas, encontram auxílio e, assim, conseguem desenvolver o seu plano de ensino a partir do uso do livro didático. Frequentemente, o utilizam como único instrumento nesse processo de ensino-aprendizagem. Fundamental ressaltar para esse trabalho e minha dissertação que não enxergamos o livro didático apenas como nosso objeto de estudo, ele é sobretudo um instrumento importantíssimo de políticas públicas. Partindo do pressuposto de que o livro é um material alcançável a todos, tal como um recurso didático importantíssimo e muito utilizado na formação dos estudantes, nesta presente pesquisa analisaremos alguns livros didáticos, mais precisamente a parte de zoologia, a partir da data de 2012 até recente data. Data escolhida pela entrada da disciplina de Biologia no PNLD, e pelo tempo que tenho para análise. Usualmente também percebi a dificuldade dos alunos de contextualizarem, a título de exemplo, um animal típico da região da caatinga que dificilmente veriam aqui no Sul, nas minhas experiencias pessoais observei que os alunos possuíam conhecimentos iniciais sobre o ecossistema local, como por exemplo, ao comentarem que a cidade do Rio Grande (RS) é popularmente conhecida pela pesca, e poucos conhecem sobre a riqueza de espécies da nossa região etc. Observei também que esse conteúdo é tido com difícil e tem pouco interesse dos alunos, acredito que ele possa tornar-se menos atrativo para os alunos pelos professores muitas vezes seguirem literalmente o que está apresentado no livro didático e assim os alunos não conseguirem visualizar de fato o conteúdo. Em minha metodologia usarei algumas Ferramentas Foucaultianas, tais como: discurso, enunciados e enunciação. Partilhamos desse método: Análise de Discurso, por acreditarmos que ciência pode ser baseada em construção e ser mutável. Os discursos estão em nossa sociedade e vão transmutando, conforme há mudanças na mesma, assim verificaremos como está o conteúdo de zoologia nos livros didáticos aprovados pelo PNLD. Nosso material empírico então será Livros Didáticos, utilizaremos alguns recortes e essa parte do nosso material comporá nossas enunciações, iremos verificar se esses enunciados se atualizam, ou permanecem estáticos, e qual sentido isso tudo dá aos discursos sobre a zoologia, já que entendo que o enunciado não está sozinho e que a formação de um discurso é feita por vários enunciados. Pelo que analisamos até agora, uma das hipóteses que tenho é que a grande maioria do conteúdo ainda é baseado em conceitos e taxonomia, assim podemos perceber que seria uma tradição da ciência o uso de termos de sistematização ordenada do conhecimento. Outra hipótese que tenho é que os livros são geralmente iguais e com traços de livros dos anos 1970, seria porque um livro geralmente é atualizado e raramente feito do zero, portanto para alguns autores estudados para essa dissertação, esse seria um indício forte de um livro ainda cheio de taxonomia e conceitos. Me movo na perspectiva de estudo e pensamos de maneira pós- modernista, então acredito que não vai haver apenas uma verdade em nossos recortes e que pode haver uma construção de conteúdos ao longo da análise. Reitero que esse trabalho é um recorte de uma dissertação de mestrado, na qual ainda estamos trabalhando e desenvolvendo. Sendo assim, para escrita do presente resumo uso apenas dados iniciais e algumas hipóteses que suponhamos encontrar. Entendo que o trabalho assim que finalizado, poderá contribuir para o modo que, nós professores, olhamos para os livros didáticos. Contribuir também para a melhor compreensão pelos alunos de um conteúdo tão importante, a zoologia. Agradecimentos: CAPES, FURG, GRUPO PEMCIE. Palavras-chave: Livro didático, zoologia, ensino médio.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2022-11-23
Como Citar
PASSOS, R.; SILVA DOS SANTOS, M.; SCHWANTES, L. COMO ESTÁ INSERIDO O CONTÉUDO DE ZOOLOGIA EM LIVROS DIDÁTICOS: UMA PERSPECTIVA DE 2012 ATÉ OS DIAS DE HOJE. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 2, n. 14, 23 nov. 2022.