PRÁTICAS PEDAGÓGICAS SOB UM OLHAR DOS INGRESSANTES DO CURSO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA

  • Fabielly Scolari Vieira
  • Luciano Martins Sena
  • Ailton Jesus Dinardi
Rótulo Observação, Licenciatura, Formação, Docente

Resumo

As Práticas Pedagógicas buscam alçar o acadêmico, da sua condição inicial de portador das visões próprias do senso comum, com percepções circunscritas à sua experiência de vida, até uma condição de profissional consciente dos seus compromissos em diferentes o primeiro semestre do curso, e prepará-lo para uma atuação firme e segura durante o estágio supervisionado. O Curso de Ciências da NaturezaLicenciatura, ofertado pela Universidade Federal do Pampa-UNIPAMPA foi criado em 2010, sendo ofertadas anualmente no primeiro semestre 50 (cinquenta) vagas. O currículo do curso prevê 420 (quatrocentos e vinte) horas que se destinam às práticas pedagógicas e 420 (quatrocentos e vinte) horas são relativas ao estágio curricular supervisionado. Em relação à organização das Práticas Pedagógicas, estas estruturam-se em Práticas Pedagógicas I, II, III, IV, V, VI, VII e VIII, entre o primeiro e oitavo semestre do curso, de forma articulada com outros componentes curriculares, assim como, com a sua proposta pedagógica (UNIPAMPA, 2013). Especificamente a Prática Pedagógica I (4 Créditos práticos - 60h), objeto de estudo deste resumo, ofertada no primeiro semestre do curso, ou seja, para os discentes ingressantes, articula-se com os componentes Introdução às Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Experimentação I e objetiva a observação e compreensão da realidade do ensino de Ciências na escola. Diante deste cenário, este resumo tem como objetivo analisar o olhar dos discentes ao que foi observado nas escolas durante a Prática Pedagógica I. Este estudo pode ser considerado uma pesquisa qualitativa e se desenvolveu no primeiro semestre de 2022, tendo como sujeitos da pesquisa 22 discentes, que responderam a duas perguntas, que versavam sobre os aspectos positivos e negativos encontrados nas escolas, no processo de observação. Nesse sentido, o primeiro questionamento compreendia os aspectos positivos, consistindo na seguinte pergunta - A partir do seu olhar há alguma potencialidade que foi observada nas escolas? 13,64% dos discentes responderam que - R1-1) Observei que a estrutura da escola possui todos os requisitos suficientes para as práticas das atividades e para o melhor conforto dos alunos. A atenção dos professores, direção e funcionários com os estudantes da escola foi bastante notável, a escola em geral oferece auxílio aos estudantes e é bem estruturada. R1-7) Achei muito interessante o relacionamento da professora com os alunos, pois acredito que para um bom aprendizado é necessária uma boa comunicação. Acredito que isso contribui para a formação dos mesmos. R1-9) A Grande preocupação em relação ao futuro dos alunos que o corpo docente, junto com a coordenação das escolas, visto que mais de um dia e em mais de uma aula os professores se manifestaram em relação a assuntos extra aula. Sendo a maneira que os alunos tratam a conversa com a professora observada, que é parecida com uma mãe. A intimidade que certos alunos têm com a professora, talvez seja até melhor que com os pais. - No tangente aos aspectos negativos foi então perguntado - Observou algum aspecto que pode se caracterizar como fragilidade? - 13,64% dos discentes responderam que - R2-4) O colégio não tem laboratório de ciências, isso acaba com que tenha que adaptar com coisas que tem em casa. R2-10) Pude observar que a maior fragilidade da escola não se encontra presente dentro dos muros, mas sim no contorno da escola, falta sinalização de trânsito, a própria escola quase não possui calçada e despeja esgoto a céu aberto, a rua lateral tem um grande desnível e não possui proteção. R2-14) No aspecto de fragilidades, o fato da professora de química, fazer um esforço muito grande para atender as turmas do ensino médio, diariamente é uma corrida para poder ir em todas as salas, estar cumprindo seu horário. Há também, uma comunicação fragilizada entre direção e professores. No momento, os alunos estão muito descomprometidos com a escola. Talvez seja necessário a escola promover ações e mobilizações para resgatar o interesse dos educandos. Diante destes registros, pode-se concluir que os discentes ingressantes do Curso de Ciências da Natureza assimilaram a proposta e os objetivos da Prática Pedagógica I, com olhares aguçados sobre pormenores tanto positivos, quanto negativos dos contextos em que se deram as observações.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2022-11-23
Como Citar
SCOLARI VIEIRA, F.; MARTINS SENA, L.; JESUS DINARDI, A. PRÁTICAS PEDAGÓGICAS SOB UM OLHAR DOS INGRESSANTES DO CURSO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 2, n. 14, 23 nov. 2022.