AS PERCEPÇÕES DE ESTUDANTES DA UNIPAMPA SOBRE O IMPACTO DO ENSINO REMOTO EMERGENCIAL EM SUAS EMOÇÕES

  • Letícia Corrêa Vaz
  • Larissa de Almeida Dias
  • Matheus Wilson Santos Coelho
  • Mauren Assis De Souza
Rótulo Percepções, emoções, rendimento, acadêmico, aprendizagem

Resumo

Em ambientes de ensino, o estado emocional apresenta papel fundamental em aspectos como o desempenho acadêmico dos estudantes. As emoções podem ser definidas como situações complexas e breves que surgem em vivências afetivas, desencadeando respostas psicofisiológicas nos seres humanos, tornando-os aptos a realizar determinada ação. Nesse contexto, emoções positivas poderão estimular o estudante no processo de aprendizagem. Por outro lado, emoções negativas, como o estresse, se vivenciados por períodos prolongados, podem prejudicar o aprendizado e desempenho acadêmico. O ensino remoto emergencial (ERE), formato de ensino adotado de forma repentina devido ao surgimento e alastramento da pandemia da COVID-19, pode ter desencadeado algumas emoções negativas que impactaram a aprendizagem dos estudantes. Essas emoções negativas podem ser relacionadas a uma menor motivação para os estudos, impactando diretamente no desempenho acadêmico dos estudantes. Considerando as informações supracitadas, o presente estudo buscou analisar a percepção dos estudantes sobre os níveis de ativação emocional durante o ERE comparado com o período de aulas presenciais regulares. A presente pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) sob número 53789221.1.0000.5323. A divulgação da pesquisa ocorreu através da rede social Instagram do Núcleo de Pesquisa em Ensino de Fisiologia (Nupef) da Unipampa (@nupefunipampa), onde os seguidores que eram estudantes foram convidados a participar. Com isso, participaram 77 estudantes de graduação e pós-graduação da Unipampa campus Uruguaiana entre os meses de agosto e setembro de 2022. A ferramenta de coleta de dados foi o Questionário de Afeto Positivo e Negativo (PANAS), que é constituído por um conjunto de emoções positivas e negativas, onde o sujeito determina em uma escala de cinco pontos o quanto ele está sentindo determinada emoção (sendo 1 = nada ou muito pouco e 5 = bastante / sempre). Esta ferramenta foi criada por (Watson et al,1988), sua versão brasileira confirmou validade em estudos como de Pires e colaboradores em 2013. Essa escala foi utilizada para verificar como os estudantes percebiam suas emoções antes, durante e depois do ERE. Para análise de dados foi utilizado o teste de Shapiro Wilk e o teste de Friedman. Como resultados, quando perguntado aos participantes seu nível de entusiasmo, a média obtida foi de 4,42 antes do ERE, 2,68 durante o ERE e 3,77 após o ERE (X² = 70,232, P<0,001). Quanto aos níveis de interesse, a média antes do ERE foi de 4,48, durante o ERE de 2,70 e após o ERE de 3,74 (X²= 62,513, P<0,001). Os níveis de percepções de atenção tiveram média antes do ERE de 4,26, durante o ERE de 2,42 e após o ERE de 3,40 (X²= 60,331, p<0,001). Quanto aos níveis de percepções de chateação, obteve-se média de 2,65 antes do ERE, 3,81 durante o ERE e 3,13 após o ERE (X²= 30,105, p<0,001). Quanto aos níveis de agressividade, a média foi de 1,82 antes do ERE, 2,58 durante o ERE e após o ERE foi de 2,19 (X²= 22,564, p<0,001). E quanto às percepções de angústia, a média antes do ERE foi de 2,32, durante o ERE foi de 3,64 e após o ERE de 3,18 (X²= 34,188, p<0,001). Com base nos resultados obtidos, pode-se concluir que as percepções de emoções dos estudantes foram alteradas durante os três momentos investigados. Quanto às emoções positivas, observa-se uma maior média no momento anterior ao ERE, seguido de uma queda durante o ERE e um gradual aumento após o ERE. Já as emoções negativas, observa-se uma menor média antes do ERE, seguido de um aumento durante o ERE e uma nova queda após o ERE.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2022-11-23
Como Citar
CORRÊA VAZ, L.; DE ALMEIDA DIAS, L.; WILSON SANTOS COELHO, M.; ASSIS DE SOUZA, M. AS PERCEPÇÕES DE ESTUDANTES DA UNIPAMPA SOBRE O IMPACTO DO ENSINO REMOTO EMERGENCIAL EM SUAS EMOÇÕES. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 2, n. 14, 23 nov. 2022.