AVALIAÇÃO PRELIMINAR DOS EFEITOS DE DOSES SUBLETAIS DE THIAMETOXAM SOBRE A MEMÓRIA OLFATIVA DE NAUPHOETA CINEREA

  • Letícia Ferreira
  • Ana Beatriz da Silva
  • Ana Beatriz Guedes de Souza
  • Sabrynne Oliveira
  • Cháriston André Dal Belo
  • Lucia Vinadé
Rótulo Aprendizagem, Olfato, Pesticida, Baratas

Resumo

O Thiametoxam (TMX) é um inseticida neonicotinóide de segunda geração que é amplamente utilizado para a manutenção de monoculturas no combate de insetos pragas. Seu mecanismo de ação consiste no agonismo dos receptores nicotínicos de acetilcolina (nAChRs), ligando-se aos nAChR o que acaba por causar a hiperexcitação do sistema nervoso e consequentemente paralisia de suas funções. O uso indiscriminado de pesticidas agrícolas, incluindo os neonicotinóides, têm sido correlacionado com o risco à sobrevivência de insetos polinizadores em seus habitats, por essa razão, há uma constante preocupação com a minimização de danos, pois a sobrevivência de insetos polinizadores está intimamente ligada ao bom funcionamento de um ecossistema. É de conhecimento que doses subletais (doses que não causam a mortalidade) de TMX podem modular o comportamento de insetos, incluindo a capacidade de memória e aprendizagem. Sabe-se que a capacidade de aprendizagem e memória em insetos está diretamente relacionada com sua capacidade de sobrevivência e adaptação. Atualmente, o uso exacerbado e sem regulamentação de pesticidas agrícolas pode contaminar ambientes e atingir insetos-não-alvo, o que acaba por influenciar diversas habilidades, incluindo a capacidade de aprendizagem e memória. Por essa razão, o presente trabalho tem como objetivo avaliar os efeitos neurotóxicos de doses subletais de TMX sobre a memória olfativa de baratas da espécie Nauphoeta cinerea. Para a avaliação da memória olfativa das baratas foi utilizado o protocolo conforme descrito por Matsumoto et al. (2000) com modificações, para o controle (-) utilizou-se baunilha e para o controle (+) citronela. No grupo controle foi utilizado solução salina 0,9% e foram testadas doses subletais TMX de 0,001 e 0,01 µg/g animal com um n de 10 indivíduos. A primeira etapa do teste de memória olfativa foi o teste de preferência, que foi realizado com o objetivo de averiguar a preferência dos indivíduos aos odores antes e depois de expostos às doses. O grupo controle salina 0,9% apresentou uma média de tempo de ± 1,8 segundos para citronela e ± 33,5s para baunilha, demonstrando a afinidade dos insetos em preferir certos aromas. Enquanto no tratamento com TMX 0,001μg/g houve aumento significativo no tempo de sondagem no odor da citronela obtendo a média de ± 3,5s, na dose de 0,01μg/g houve aumento no tempo médio onde obteve-se ± 3,1s. No aroma de baunilha, o tempo médio de sondagem no grupo controle foi de ± 33,5s e nas doses de TMX 0,001 e 0,01μg/g foram registrados ± 34,0s e ± 29,8s de tempo médio respectivamente, se mantendo constante. A segunda etapa do protocolo consistiu em um teste de memória através da associação da fonte de odor aversivo (citronela) com recompensa (solução sacarose 40%) e associação da fonte de odor atrativa (baunilha) como não-recompensa (NaCl 40%), o grupo controle apresentou média de ± 11,7s para citronela e ± 25,5s para baunilha. A administração do TMX nas concentrações 0,01 e 0,001µg/g induziram diminuição significativa no tempo de sondagem dos poços contendo citronela (sacarose) apresentando médias de ± 2,6s e ± 2,4s, respectivamente. No poço contendo baunilha (NaCl) o grupo controle apresentou média de ± 25,5s, na dose de TMX 0,001μg/g obteve-se aumento significativo na média de tempo de sondagem, obtendo ± 54,6s, na dose de 0,01μg/g foi registrado um tempo médio de ± 41,2s. O olfato é uma importante ferramenta utilizada pelos insetos, principalmente os polinizadores, e está relacionado com o comportamento tanto a nível individual, quanto coletivo, sendo fundamental para a manutenção da sobrevivência do indivíduo em sua comunicação com o mundo que o cerca. Estudos demonstram que em abelhas da espécie Apis mellifera a comunicação através do reconhecimento olfativo é um alicerce importante para o bom funcionamento da colônia. Nesses insetos, a neurotransmissão GABAérgica está ligada diretamente a percepção e diferenciação de odores. Os receptores de neurotransmissão de Glutamato também possuem papel fundamental pois estão envolvidos em processos de aprendizagem e memorização. Portanto, a partir dos resultados preliminares obtidos com este trabalho foi possível observar que TMX mesmo em doses subletais induz alteração na construção do comportamento de aprendizagem e memória olfativa em insetos como a barata da espécie Nauphoeta cinerea. Os resultados evidenciam a importância do acesso à informação sobre o uso correto de pesticidas agrícolas a fim de tornar seu uso mais consciente, evitando que o uso indiscriminado possa trazer prejuízos aos ecossistemas e aos seres vivos em que nele habitam.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2022-11-23
Como Citar
FERREIRA, L.; BEATRIZ DA SILVA, A.; BEATRIZ GUEDES DE SOUZA, A.; OLIVEIRA, S.; ANDRÉ DAL BELO, C.; VINADÉ, L. AVALIAÇÃO PRELIMINAR DOS EFEITOS DE DOSES SUBLETAIS DE THIAMETOXAM SOBRE A MEMÓRIA OLFATIVA DE NAUPHOETA CINEREA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 2, n. 14, 23 nov. 2022.