ROCKBOOK - PLANILHA DE IDENTIFICAÇÃO MINERAL

  • Luiz Felipe Ribeiro de Oliveira
  • Felipe Augusto Del Zotto Batistelli
  • Willian Vitor Dantas de Souza
  • Italo Gomes Goncalves
Rótulo Planilha, identificação, Mineralogia, Geologia

Resumo

A ideia inicial desta planilha ocorreu após o primeiro contato com a disciplina de mineralogia, por se tratar de uma variedade de minerais existentes na terra, em muitos casos se torna difícil identificá-los. Atualmente existem poucos materiais que dão um suporte adequado para descrição de amostras, e grande parte do que tem estão em outros idiomas. Sendo assim, com o intuito de atender as necessidades dos alunos de geologia, geofísica e mineralogia, este projeto foi desenvolvido. A planilha tem como função identificar minerais de forma simples e rápida, o usuário apenas necessita de uma amostra de mão ou saber as características básicas do mineral como: cor, brilho, dureza e hábito, ou para descobrir as propriedades de um mineral detalhadamente, basta o usuário inserir o nome do mineral na célula indicada, com isso todas as informações serão apresentadas. Essa ferramenta se torna muito útil para auxiliar os alunos nas aulas de mineralogia. Futuramente será possível atribuir a esta planilha mais variedades como identificar tipos de rochas e entre outras atividades geológicas. O objetivo desse projeto é adequar as ferramentas da informática, no auxílio das atividades de aula, por se tratar de utilizar um software já existente como o Excel, torna o compartilhamento e o acesso mais facilitado. A planilha intitulada como ROCKBOOK, foi desenvolvida a partir do software Excel, ela está dividida em três abas principais. A primeira aba é onde o usuário pode descobrir todas as informações de um mineral, para isso é preciso inserir o nome do mineral na célula indicada, que as informações irão surgir nas células que contém as fórmulas, para essa função foi utilizado duas fórmulas bem conhecidas do Excel, que são: SEERRO e PROCV, a função delas é buscar a informação correspondente ao nome do mineral no banco de dados, e transmitir as informações buscadas nas células, o mais trabalhoso foi conseguir vincular as imagens nas buscas, depois de várias tentativas e erros obtive sucesso, com isso o usuário pode não só ver a descrição dos minerais, como pode visualizar a sua imagem. A segunda aba é onde o usuário quer encontrar o nome de um mineral utilizando suas características, para isso foi necessário realizar uma tabela dinâmica, com caixas de segmentação de dados, a tabela dinâmica foi gerada através do banco de dados dos minerais, assim segmentando os dados, que correspondem com o mineral é possível que de uma lista de nomes, possa chegar a apenas um resultado, que provavelmente será o mineral que o usuário busca. A última e mais importante aba é a do banco de dados, nele foi utilizado uma tabela simples do Excel onde todas as informações possíveis são adicionadas, é esta tabela que é o coração de toda planilha. Outras ferramentas como, menu e botões de ação, foram adicionados, colocando os ícones do próprio Excel e inserindo hiperlink para navegar de uma aba a outra com mais facilidade, todo o sistema é didático, simples e dinâmico, não sendo necessário que o usuário esteja familiarizado com o programa. Como resultado, após divulgar a planilha para alguns colegas obtive bons feedbacks, não só da funcionalidade, mas também de layouts e atalhos, todos comentários foram essenciais para aprimoramento da planilha. Contudo a planilha ROCKBOOK futuramente poderá ser disponibilizada aos demais estudantes, a fim de ser testada para obter mais resultados, todas as críticas e sugestões que serão feitas, será coletada para o contínuo aprimoramento da planilha. Futuramente uma possível parceria com o Museu Virtual Geológico do Pampa poderá ser cogitada, para fins educativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-11-16
Como Citar
FELIPE RIBEIRO DE OLIVEIRA, L.; AUGUSTO DEL ZOTTO BATISTELLI, F.; VITOR DANTAS DE SOUZA, W.; GOMES GONCALVES, I. ROCKBOOK - PLANILHA DE IDENTIFICAÇÃO MINERAL. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 13, n. 3, 16 nov. 2021.