ASSISTÊNCIA HOSPITALAR AOS PACIENTES COM COVID-19: SUPORTE E O TEMPO DE INTERNAÇÃO

  • José Vitor Vieira Da Rocha
  • Ane Gabrielle Muniz
  • Andressa dos Santos Ferreira
  • Josefine Busanello
  • Ana Paula de Lima Escobal
  • Lucas Pitrez da Silva Mocellin
Rótulo Coronavírus, COVID-19, Internação, Hospitalar

Resumo

Disseminado inicialmente na província chinesa de Wuhan em dezembro de 2019 o Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2 (SARS-CoV-2) gerou a atual pandemia de Coronavírus Disease 2019 (COVID-19) que foi declarada em 11 de março de 2020 pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Além disso, já alcançou mais de 190 países e ceifou em torno de 4,5 milhões de vidas em todo o planeta. Nesse sentido, representa um dos maiores desafios para a Saúde Pública, bem como, à comunidade científica internacional. A infecção pelo novo coronavírus causa a COVID-19 e pode cursar como síndrome gripal branda assintomática ou evoluir para formas graves, que representam a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) com a necessidade de suporte hospitalar. Na grande maioria dos casos, especialmente a SRAG causa os óbitos e as internações por COVID-19. Nessa perspectiva, a grande quantidade de pacientes que necessitam de assistência hospitalar realça o alto impacto desse período na Saúde Pública devido, principalmente, à falta de infraestrutura adequada à demanda de hospitalizados. Dessa forma, objetiva-se analisar o nível de suporte assistencial e o tempo de internação de pacientes hospitalizados com COVID-19 na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. Trata-se de um estudo desenvolvido em um hospital da região sul do Brasil, do tipo transversal, através da análise documental de 192 prontuários de pacientes hospitalizados com COVID-19 no período de maio de 2020 a fevereiro de 2021. O presente estudo é um recorte do banco de dados da pesquisa matricial Perfil Clínico e Epidemiológico dos Pacientes com COVID-19 e Fatores Relacionados ao Óbito e Assistência Hospitalar. O referido projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa (CEP) da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), sob parecer número 4.058.793, em 29 de maio de 2020, CAAE 12236819.00000.5323. A pesquisa segue os procedimentos éticos previstos na legislação envolvendo seres humanos. Foram consideradas as seguintes variáveis: internação em UTI-COVID e tempo total de internação hospitalar. Os dados foram coletados por acadêmicos dos cursos de enfermagem, fisioterapia e medicina, previamente treinados, seguindo os protocolos de segurança vigentes. Para a análise dos dados, foram verificadas as frequências absolutas e relativas das variáveis investigadas. Na análise dos dados observa-se que 28,6% dos pacientes hospitalizados receberam suporte avançado, com internação da Unidade de Terapia Intensiva Adulto para o tratamento da COVID-19 e complicações associadas. Examinando esse dado e comparando com outras pesquisas, observa-se que esse número elevado de pacientes que precisaram de internação em UTI também foi constatado em outras regiões do País com percentual de até 45,1%. Em relação ao tempo de internação a média foi de 6,97 dias, com o tempo máximo de 44 e mínimo de um dia de hospitalização para o tratamento da COVID-19. Considerando o tempo médio de internação é notável a grande amplitude entre os períodos máximo e mínimo, característica que mostra a necessidade de um serviço de saúde estruturado para a grande demanda de pacientes com ampla variedade de necessidades. Sendo assim, destaca-se a grande prevalência do uso de suporte avançado por parte dos pacientes hospitalizados com COVID-19, bem como, ampla variação do intervalo de internação; que exige uma infraestrutura hospitalar que onera o sistema de saúde. Tais fatos também evidenciam a alta complexidade dessa infecção e enfatizam a urgência de testagem da população com intuito de diagnosticar precocemente e aplicar a medidas de controle de transmissão do vírus. Desse modo, cabe ressaltar a necessidade do cumprimento das medidas de biossegurança recomendadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-11-16
Como Citar
VITOR VIEIRA DA ROCHA, J.; GABRIELLE MUNIZ, A.; DOS SANTOS FERREIRA, A.; BUSANELLO, J.; PAULA DE LIMA ESCOBAL, A.; PITREZ DA SILVA MOCELLIN, L. ASSISTÊNCIA HOSPITALAR AOS PACIENTES COM COVID-19: SUPORTE E O TEMPO DE INTERNAÇÃO. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 13, n. 3, 16 nov. 2021.