PRINCIPAIS VANTAGENS TÉCNICAS, CLÍNICAS E ECONÔMICAS PROPORCIONADAS COM A IMPLANTAÇÃO DE UMA CENTRAL DE MISTURAS INTRAVENOSAS À INSTITUIÇÃO HOSPITALAR

  • Camilla Fioravanti de Pauli
  • Alex Geovane da Silveira Pereira
  • Fernanda Bruxel
Rótulo Misturas, intravenosas, vantagens, dose, unitária

Resumo

Nas Instituições Hospitalares o procedimento de medicar o paciente é considerado complexo, visto que envolve diversos processos interligados, interdependentes e constituídos por diferentes profissionais da área da saúde. Os custos relacionados com medicamentos somam um montante significativo para o Hospital, pois envolvem a profilaxia, diagnóstico e principalmente tratamento de diferentes enfermidades. Nas diferentes etapas desse processo de medicação, podem ocorrer Problemas Relacionados a Medicamentos (PRMs), que tem como fatores, falhas no momento da prescrição, preparo, administração e adesão ao tratamento. Por todos estes fatores, é importante garantir o uso de medicamentos de forma racional, segura e eficaz. Neste contexto, o Sistema de Distribuição de Medicamentos por Doses Unitárias tem sido preferido pelas Instituições Hospitalares, pois tem demonstrado reduzir os erros de medicação, proporcionando maior segurança ao paciente e economia de custos para a Instituição. Porém, para a operacionalização desse sistema, faz-se necessária a implantação de uma Central de Misturas Intravenosas no Serviço de Farmácia do Hospital, que exige um alto investimento inicial. Assim, o objetivo deste projeto é demonstrar as principais vantagens técnicas, clínicas e econômicas relatadas na literatura decorrentes da implantação dessa central. Foi realizada uma revisão bibliográfica na base de dados Periódicos CAPES, utilizando o cruzamento de palavras-chaves central de misturas intravenosas, preparo, medicamentos injetáveis, dose unitária, farmácia hospitalar e sistema de distribuição de medicamentos, para busca de artigos em português, inglês e espanhol. Como resultado foram encontrados 41 artigos, dos quais 31 foram excluídos por não se enquadrarem na proposta, e pôde-se então, observar que a implantação de uma Central de Misturas Intravenosas proporcionou como vantagens maior segurança e eficácia terapêutica, pois permite a manipulação dos medicamentos injetáveis de forma mais adequada em relação às concentrações, doses e diluentes, reduzindo também as contaminações por partículas e microorganismos, diminuindo assim a probabilidade de infecções hospitalares. Quanto ao processo de dispensação dos medicamentos injetáveis, este ocorre de forma personalizada para cada paciente, contendo exatamente a dose prescrita para cada horário de administração, prontos para serem administrados, sem que haja necessidade de preparo na unidade de internação. Isso beneficia também as equipes de enfermagem, visto que reduz o tempo destes destinado a atividades relacionadas ao medicamento, permitindo maior disponibilidade para o cuidado ao paciente. Também ocorre uma maior participação do farmacêutico na análise das prescrições, sendo possível assim, um maior acompanhamento e intervenções em tratamentos que apresentam incompatibilidades terapêuticas ou farmacotécnicas. Outro ponto de extrema importância é a economia de custos que a implantação de uma Central de Misturas Intravenosas traz para a Instituição Hospitalar, pois os custos com medicamentos e materiais médicos podem atingir até 75% dos custos totais de um hospital geral. O Sistema de Distribuição de Medicamentos por Doses Unitárias reduz os erros de medicação, que além do aumento de custos, levam à maior morbimortalidade, aumento no tempo de internação, necessidade de altos recursos para tratamento medicamentoso e procedimentos para recuperação dos pacientes envolvidos.Conclui-se então que são inúmeras as vantagens relatadas na literatura a partir da implantação de Centrais de Misturas Intravenosas em Instituições Hospitalares, sugerindo-se que ao avaliar seus custos iniciais de implantação, seja considerado também o benefício a ser gerado para a Instituição Hospitalar, estimando-se o tempo em que o investimento inicial será superado pela economia gerada posteriormente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-11-16
Como Citar
FIORAVANTI DE PAULI, C.; GEOVANE DA SILVEIRA PEREIRA, A.; BRUXEL, F. PRINCIPAIS VANTAGENS TÉCNICAS, CLÍNICAS E ECONÔMICAS PROPORCIONADAS COM A IMPLANTAÇÃO DE UMA CENTRAL DE MISTURAS INTRAVENOSAS À INSTITUIÇÃO HOSPITALAR. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 13, n. 3, 16 nov. 2021.