AVALIAÇÃO TOXICOLÓGICA DO EXTRATO DE BOUGAINVILLEA GLABRA CHOISY EM CAENORHABDITIS ELEGANS

  • Maria Eduarda Oliveira de Souza
  • Flávia Suelen de Oliveira Pereira
  • Aline de Castro Caurio
  • Daiana Silva de Avila
  • Elton Luís Gasparotto Denardin
Rótulo Modelo, alternativo, let-60, Extrato

Resumo

O câncer é uma patologia cuja sua origem pode ser complexa e difusa, afetando aspectos fisiológicos específicos das células. Dados epidemiológicos demostram e preveem o aumento da incidência de diagnóstico da doença, tanto em âmbito nacional como mundial. Devido os tratamentos resultarem efeitos adversos agressivos, estudos com novas alternativas terapêuticas está em evidência, afim de minimizar estas reações e aperfeiçoar a terapia. Entre as alternativas estão produto de origem natural como da Bougainvillea glabra, que já possui evidências iniciais de ação antineoplásica in vitro, porém não há pesquisas iniciais in vivo com o extrato de brácteas de B. glabra (EBBG) demostrando esta atividade. Desta forma o objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos toxicológicos e antitumorais da exposição crônica do extrato das brácteas de Bougainvillea glabra Choisy no modelo alternativo C. elegans. Este nematoide de vida livre, além de possuir características de fácil manipulação como tamanho pequeno e alto-fertilização, possui seu genoma completamente sequenciado e, portanto, pode ser manipulado geneticamente, tendo disponibilidades de cepas que permitem o estudo desta patologia, tal como a MT4244 (unc-24(e138); let-60(n1046) IV) que possui o fenótipo multivulva. Para este estudo também foram utilizadas as cepas CL2166 (dvIs19 [(pAF15)gst-4p::GFP::NLS] III), que marca a expressão da enzima glutationa-S-tranferase; e a TJ356 zIs356 [daf-16p::daf-16a/b::GFP + rol-6(su1006)], que permite a visualização da localização celular da DAF-16. Os vermes do estágio L1 foram dispostos ao tratamento crônico (48h) com o extrato de brácteas de B. glabra (EBBG), o qual foi solubilizado em água destilada deionizada (H2Od), e os grupos tratados foram dispostos em concentrações de 10, 50 e 75 µg/mL de EAG (equivalente de ácido gálico), já o grupo controle foi exposto à H2Od. Após, os vermes são dispostos no meio de crescimento para nematoides (NGM) com Escherichia coli OP50 contendo as concentrações já descritas do extrato. Parâmetros como sobrevivência, longevidade, quantificação dos níveis de GST-4::GFP, área da hiperplasia, média de formação de tumores e localização celular da DAF-16 foram avaliados no nematoide no estágio L4. De acordo com os nossos resultados, observou-se que a exposição ao EBBG apresentou toxicidade somente na concentração de 75 µg/mL, com a mortalidade significativa dos animais. No ensaio de longevidade verificou-se um aumento do tempo máximo de vida do verme na menor concentração (10 µg/mL). A concentração de 50 µg/mL demostrou aumento nos níveis de GST-4::GFP na cepa CL2166, além de diminuição da média da área de hiperplasia e da formação de tumores na cepa MT4244. Já em relação ao ensaio de localização celular da DAF-16 verificou-se maior translocação do fator de transcrição para o núcleo celular na concentração de 50 µg/mL na cepa TJ356. Conclui-se com este estudo que o extrato apresenta segurança ao nematoide, e melhora no parâmetro de longevidade. Avaliou-se também sua ação antioxidante com o aumento da enzima GST-4, e possível atividade antitumoral com a diminuição da área e desenvolvimento de tumores, podendo ser explicada pelo aumento da translocação da DAF-16 ao núcleo celular, o qual vem sendo associado com ação antitumoral. Estes ensaios preliminares com o extrato de brácteas da B. glabra (EBBG) apresentam relevância, demonstrando resultados que podem indicar o potencial antineoplásico de seus constituintes bioativos, tornando-se promissor para pesquisas futuras.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-11-16
Como Citar
EDUARDA OLIVEIRA DE SOUZA, M.; SUELEN DE OLIVEIRA PEREIRA, F.; DE CASTRO CAURIO, A.; SILVA DE AVILA, D.; LUÍS GASPAROTTO DENARDIN, E. AVALIAÇÃO TOXICOLÓGICA DO EXTRATO DE BOUGAINVILLEA GLABRA CHOISY EM CAENORHABDITIS ELEGANS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 13, n. 3, 16 nov. 2021.