ANÁLISE CRÍTICA DO DISCURSO: SENTENÇAS CONDENATÓRIAS EM CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER EM ITAQUI-RS

  • Tamires Peixoto
  • Cristina Dos Santos Lovato
Rótulo Análise, Crítica, Discurso, Violência, contra, Mulher, Jurídico, Sentença, Condenatória

Resumo

A presente pesquisa tem por objetivo fazer uma análise linguístico-discursiva dos processos penais sobre violência contra a mulher, no município de Itaqui, no Estado do Rio Grande do Sul, a fim de verificar se o sistema jurídico, por meio da materialidade linguística, promove ou não discriminação de gênero. Para isso, serão utilizadas como corpus dez sentenças condenatórias que tratam da temática, emitidas em 2020, pela 2ª Vara Judicial de Itaqui-RS, vinculada ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. A perspectiva teórico-metodológica adotada fundamenta-se na Análise de Discurso Crítica (FAIRCLOUGH, 2016; MAGALHÃES, MARTINS, REZENDE, 2017), com incursões nas seguintes categorias analíticas: Interdiscursividade, Gêneros Discursivos e Sistema de Avaliatividade (MARTIN, WHITE, 2005). Para as reflexões acerca de gênero social, serão utilizados os estudos de Beauvoir (1970) e Butler (1990), também abordando conceitos como feminismo de(s)colonial (LUGONES, 2014) e epistemologias do sul (SANTOS, 2018). Essa base epistêmica permite identificar nos discursos documentais e jurídicos como as histórias de vida e os direitos das mulheres estão sendo representados e defendidos pelos operadores do direito. Nesse sentido, de acordo com dados parciais da pesquisa, é possível identificar no discurso jurídico pretensamente neutro - marcas ideológicas dos legisladores.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
PEIXOTO, T.; DOS SANTOS LOVATO, C. ANÁLISE CRÍTICA DO DISCURSO: SENTENÇAS CONDENATÓRIAS EM CASOS DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER EM ITAQUI-RS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.