ESTUDO COMPARATIVO ENTRE OS COLETORES SOLARES: PLACA PLANA COM COBERTURA E TUBO EVACUADO

  • Andressa Barreda
  • Andressa Rosa Barreda
  • Amanda Martinello Neres de Souza
  • Gustavo Fachi Rauber
  • Michaella Santos Fernandes de Almeida
  • Pietro Serraglio Figueiredo
  • Estevan Martins De Oliveira
Rótulo Coletor, Solar, Sistema, Aquecimento, PET

Resumo

Por se tratar de uma fonte renovável e que oferece um bom custo-benefício de utilização, a energia solar vem ganhando cada vez mais espaço no cotidiano da sociedade. Deste modo, a busca por coletores solares vem aumentando, mostrando-se necessária a difusão de conhecimento sobre estes equipamentos. O mercado dispõe de diversos modelos, mas para que se tenha um bom aproveitamento do investimento é necessário conhecer não apenas a demanda do consumidor, mas também as características dos coletores para realizar a escolha correta. Desta forma, o presente trabalho tem como objetivo apresentar uma comparação bibliográfica dos dois coletores mais utilizados na região: o Coletor Solar Placa Plana Com Cobertura [1] e o Coletor Solar Tubo Evacuado [2]. Para tal, realizou-se uma ampla pesquisa bibliográfica sobre a composição dos coletores e suas características. Também foram observados estudos de avaliação destes coletores. O [1] possui uma tecnologia simples e por isso é amplamente utilizado. Possui um baixo custo de implementação e uma alta durabilidade (vida útil) em comparação ao [2], tem níveis de eficiência satisfatórios até mesmo em regiões de baixa temperatura no inverno, é de fácil acesso para manutenção e é recomendável para aquecimento de água de uso residencial. Por sua vez, o [2] é uma tecnologia mais recente que garante bons níveis de eficiência dependendo da região utilizada. Este é um coletor com boa capacidade de aquecimento em dias frios ou de pouca radiação direta, pois sua geometria é construída para aproveitar-se da radiação difusa, característica que se torna seu maior diferencial competitivo visto que possui um preço mais elevado. O [2] encaixa-se muito bem em regiões de inverno mais rigoroso como o Sul do Brasil, pois consegue ter um bom rendimento nos dias mais frios e acaba compensando o investimento mais alto que é necessário. Desta forma, conclui-se que ambos os coletores podem ser utilizados tanto em residências como em instalações industriais, no caso do [2], por alcançarem temperaturas mais elevadas. São viáveis para uso em regiões frias, porém [1] apresentará menor rendimento neste tipo de temperatura como na região Sul do País. Para regiões mais quentes, como o Norte e Nordeste do País, [2] não é recomendado.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
BARREDA, A.; ROSA BARREDA, A.; MARTINELLO NERES DE SOUZA, A.; FACHI RAUBER, G.; SANTOS FERNANDES DE ALMEIDA, M.; SERRAGLIO FIGUEIREDO, P.; MARTINS DE OLIVEIRA, E. ESTUDO COMPARATIVO ENTRE OS COLETORES SOLARES: PLACA PLANA COM COBERTURA E TUBO EVACUADO. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.