APONTAMENTOS SOBRE A PESQUISA EM MEMÓRIA PÚBLICA E CULTURAL NO MUNICÍPIO DE SÃO BORJA

  • Catarina Amorim
  • Anna Clara Pereira Machado
  • Ingrid Bomfim Gonçalves
  • Luana Dias Kasper
  • Larissa Conceição dos Santos
Rótulo Memória, pública, memória, cultural

Resumo

Em uma perspectiva diacrônica, considerando a historicidade e a materialidade dos registros referentes à memória são-borjense, realiza-se desde 2019 uma pesquisa exploratória, apoiada em métodos bibliográficos e documentais, cujo objetivo é conhecer e levantar informações sobre os acervos histórico-culturais existentes no município bem como as estratégias e políticas de preservação para garantir a perenidade destes registros memoriais.Para tanto, realiza-se a primeira fase exploratório através da coleta de dados primários e secundários, visando o levantamento de informações sobre e junto aos acervos e arquivos municipais (biblioteca municipal, arquivo público e arquivo da Câmara de Vereadores), que foram refletidos e problematizados sob a ótica da semiótica da cultura.A escolha da perspectiva semiótica russa nos possibilitou analisar os objetos, textos e acervos existentes no município de São Borja como elementos produtores de sentido e que revelam a historicidade das práticas culturais nesta região.Como resultados preliminares, mapeamos a existência de 6 espaços ou acervos históricos e culturais na cidade de São Borja, sendo eles: Arquivo Público Municipal, Memorial Casa João Goulart, Museu Getúlio Vargas, Museu Ergológico da Estância-Os Angueras e Biblioteca, Museu Municipal Appariccio Silva Rillo e Arquivo da Câmara municipal de Vereadores de São Borja, fornecendo um panorama dos acervos e arquivos existentes na cidade em termos de objetos, documentos e formas de preservação destes espaços. O estudo justifica-se a partir da dificuldade de acesso e sistematização dos dados relativos à cultura no município, e os desafios observados para a conservação desse patrimônio e, como resultado, não aporta apenas ao resgate da memória cultural, mas busca também contribuir ao conhecimento e reconhecimento da cultura e dos acervos/arquivos municipais como espaços de recordação e de conservação da memória pública).Finalmente, como perspectivas evidenciadas pelo estudo, destaca-se a necessidade de valorização da memória pública, que pode traduzir-se, de maneira geral, em políticas públicas de conservação e publicização de documentos e informações, e, de forma específica, nos processos de digitalização do acervo público municipal, possibilitando o acesso à informação pelos diferentes cidadãos, além da comunicação das decisões e legislações municipais através das páginas e sites web oficiais do município, colaborando à virtualização da memória por meio da criação e disponibilização de acervos públicos digitais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
AMORIM, C.; CLARA PEREIRA MACHADO, A.; BOMFIM GONÇALVES, I.; DIAS KASPER, L.; CONCEIÇÃO DOS SANTOS, L. APONTAMENTOS SOBRE A PESQUISA EM MEMÓRIA PÚBLICA E CULTURAL NO MUNICÍPIO DE SÃO BORJA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.