#VAZAJATO E A UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS INTERATIVAS NA PRODUÇÃO JORNALÍSTICA EM SITES DE REDES SOCIAIS

  • Ana Garcia
  • Alciane Nolibos Baccin
Rótulo Redes, Sociais, Hashtags, Twitter, #VazaJato, Interatividade

Resumo

Nos últimos anos estamos frequentemente expostos a novas formas de consumo de informação. Os sites de redes sociais são potencializadores desse processo e são essenciais nos novos modelos de disseminação de conteúdos desempenhando um papel fundamental em estabelecer conexões bem como renovar nossas relações sociais. O Jornalismo entra nesse contexto cumprindo seu papel ao se ajustar a esse cenário, se utilizando desse potencial tanto para propagar como para reunir informações. O uso dos sites de redes sociais como parte do processo de produção jornalística marca o início de mudanças visíveis nos conteúdos e na maneira em que ele passa a ser consumido, incorporando ferramentas desses ambientes e se adaptando à audiência ativa presente nas redes. Observando as particularidades do ambiente e a importância desse processo interativo para o jornalismo questionamos Como o jornalismo se apropria de affordances de sites de redes sociais para criar ondas de conversação sobre acontecimentos?. Nosso objetivo geral é compreender o fazer jornalístico em ambientes interativos, em especial no Twitter, e como as empresas jornalísticas podem se utilizar desse espaço para criação de novos sentidos e formas de difusão. Para isso, desenvolvemos primeiramente um estudo exploratório sobre o tema. Para entendermos os processos de construção de sentidos com mais profundidade realizamos a pesquisa bibliográfica. A nossa base teórica reflete sobre termos e conceitos relacionados com redes sociais (ZAGO, 2011; BEZERRA, 2018), acontecimento em rede (ZAGO, 2014), acontecimento (BACCIN, 2012; BEZERRA, 2016) e finalmente cultura participativa (JENKINS, 2008). Para as análises, investigaremos a utilização da hashtag noticiosa #VazaJato, empregada pelo portal The Intercept Brasil no Twitter, através da análise de conteúdo e da análise de rede social para averiguar a aptidão da ferramenta no trabalho de impulsionar e recircular notícias na internet e para compreender o comportamento da comunidade presente na rede social a partir dos seus processos comunicativos. Sabendo que esta é uma pesquisa ainda em andamento, até agora é possível perceber a complexidade das relações comunicacionais destas novas audiências, destacando-se seu papel como incitadoras não só do consumo, mas também como agentes propagadores de informação. Por fim, podemos visualizar um estreitamento nas relações entre público e jornalismo, possibilitando uma nova configuração nas construções de notícias em sites de redes sociais e, como o estímulo à interatividade, isso possibilita alcançar novos patamares destacando o papel do jornalismo em entender e se integrar nesses novos ambientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
GARCIA, A.; NOLIBOS BACCIN, A. #VAZAJATO E A UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS INTERATIVAS NA PRODUÇÃO JORNALÍSTICA EM SITES DE REDES SOCIAIS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.