CLUBES SOCIAIS NEGROS DO BRASIL: MAPEAMENTO, MEMÓRIA, PATRIMONIALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS

  • Guilherme Rodrigues
  • Rodrigo Francisco
  • Thomas Machado
  • Giane Vargas Escobar
  • Ruhan Conceição
Rótulo Clubes, Sociais, Negros, mapeamento, patrimonialização, memória, ERER, Pós-Abolição

Resumo

Este trabalho tem por objetivo apresentar o processo de organização digital dos dados dos Clubes Sociais Negros do Brasil e do Uruguai, com vistas a criação futura de uma plataforma digital na internet, tendo o Clube 24 de Agosto de Jaguarão, como guardião das informações. Esta Pesquisa traz para a centralidade inúmeras histórias e memórias de homens e mulheres negras que corajosamente organizaram seus espaços de liberdade, mesmo em tempos de cativeiro. Para isto pretendemos socializar histórias e memórias da população negra, através da internet. A pesquisa de caráter qualitativo (GUERRA, 2010) articula questões relacionadas ao campo dos estudos culturais e do pós-abolição, operacionalizando categorias teóricas como raça (CARNEIRO, 2011), racismo estrutural e institucional (GONZALEZ, 2018), branquitude (CARDOSO, 2014), patrimônio (ESCOBAR, 2010) e memória (NASCIMENTO, 2018). Nesse sentido, será usado o programa pgAdmin III, com vistas a criar o banco de dados, Eclipse para desenvolver programas em JAVA para leitura destes arquivos e Excel para organizar melhor as informações.Para o desenvolvimento do web site, conta-se ainda com a participação de mais dois bolsistas que estão relacionados com este projeto, onde foi dividido em reunião o que cada um ficaria encarregado de desenvolver, dividindo-se em front end, back end para os bolsistas do ensino médio, ficando sob a minha responsabilidade fazer a parte de back end. Para uma maior compreensão do conteúdo abordado, nos reunimos semanalmente para discutir artigos e livros de intelectuais negros e negras que abordam as questões político sociais em que se insere a comunidade negra latino-americana. Já se tem como resultado desta pesquisa a apropriação dos conceitos e técnicas que estão sendo colocados em prática no desenvolvimento das categorias, textos e layout que irão compor a plataforma digital na internet. Concluímos que esta investigação se alia à agenda do Movimento Clubista nacional em prol da preservação, patrimonialização e salvaguarda de organizações negras centenárias, reafirmando a importância das políticas de ações afirmativas nas universidades, em especial na área da educação. Agradecimentos: Agradecemos ao CNPq, órgão que financia esta pesquisa. Palavras-chave: Clubes Sociais Negros; mapeamento; patrimonialização, memória, ERER, Pós-Abolição.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
RODRIGUES, G.; FRANCISCO, R.; MACHADO, T.; VARGAS ESCOBAR, G.; CONCEIÇÃO, R. CLUBES SOCIAIS NEGROS DO BRASIL: MAPEAMENTO, MEMÓRIA, PATRIMONIALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.