IDENTIDADES, REPRESENTAÇÕES E TRAJETÓRIAS DOS CLUBES SOCIAIS NEGROS NA FRONTEIRA DO BRASIL- URUGUAI

  • Rodrigo Francisco
  • Thomas Machado Raymundo
  • Ruhan Conceição
  • Guilherme das Neves Rodrigue
  • Giane Vargas Escobar
Rótulo Clubes, Sociais, Negros, mapeamento, patrimonialização, memória, ERER, Pós-Abolição

Resumo

O presente trabalho que faz parte do Projeto "Rainhas Negras do Clube 24 de Agosto: identidades, representações e trajetórias de mulheres de um Clube Social Negro na Fronteira do Brasil- Uruguai", busca compartilhar os processos iniciais de desenvolvimento de um web site que evidencie os Clubes Sociais Negros do Brasil e Uruguai junto de suas trajetórias e estratégias de emancipação. É importante ressaltar que este projeto de pesquisa iniciou no primeiro semestre de 2017 sendo desenvolvido por quatro discentes negras da UNIPAMPA campus Jaguarão, oriundas dos processos seletivos na modalidade das cotas raciais para negros e negras. O projeto ancora-se na teoria de interseccionalidade, conceito cunhado por Kimbele Crenshaw, em vistas de articular as questões de raça, gênero e classe com o objetivo de realizar uma análise cultural acerca dos Clubes Sociais Negros brasileiros e uruguaios e as formas de opressões combinadas ou entrecruzadas que alijavam as comunidades negras no interior e no exterior de seus espaços de sociabilidade. Tem-se como objetivo deste trabalho desenvolver uma plataforma digital na internet que evidencie os Clubes Sociais Negros do Brasil e Uruguai visibilizando as estratégias de apoderamento de suas comunidades, sobretudo sobre as estratégias desenvolvidas por mulheres negras dentro e fora das paredes destes Clubes Sociais Negros, visando compartilhar as compreensões das dinâmicas políticas, econômicas, sociais e culturais nas quais estavam e estão envolvidos/as os/as articuladores/as destes Clubes. Para o desenvolvimento do web site, conta-se ainda com a participação de dois bolsistas do ensino médio que estão relacionados com este projeto, onde foi dividido em reunião o que cada um ficaria encarregado de desenvolver, dividindo-se em front end, back end para os bolsistas do ensino médio, ficando sobre a minha responsabilidade a construção e organização do conteúdo que será exposto no web site, que já havia sido pré organizado em um disciplina ministrada pela Professora Drª Giane da Silva Vargas e pelas discentes negras que já estiveram a frente deste projeto. Para uma maior compreensão do conteúdo abordado, nos reunimos semanalmente para discutir artigos e livros de intelectuais negros e negras que abordam as questões político sociais que se insere a comunidade negra latino-americana. Já se tem como resultado desta pesquisa a apropriação dos conceitos e técnicas que estão sendo colocados em prática no desenvolvimento das categorias, textos e layout que irão compor a plataforma digital na internet. Espera-se com a finalização desta pesquisa o lançamento desta plataforma e que a mesma possa visibilizar estes espaços de sociabilidade negra que foram desenvolvidos em sua ampla maioria no pós abolição, mas que permanece ainda hoje, pouco difundido nos materiais didáticos do ensino de história do Brasil e Uruguai.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
FRANCISCO, R.; MACHADO RAYMUNDO, T.; CONCEIÇÃO, R.; DAS NEVES RODRIGUE, G.; VARGAS ESCOBAR, G. IDENTIDADES, REPRESENTAÇÕES E TRAJETÓRIAS DOS CLUBES SOCIAIS NEGROS NA FRONTEIRA DO BRASIL- URUGUAI. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.