DESENHOS ANIMADOS E OS ESTEREÓTIPOS DE GÊNERO ENVOLVIDOS EM UMA PLATAFORMA DE STREAMING

  • Fabiele Pires
  • Fabiele Pires
  • Gabriela Rodrigues Noal
  • Julio Cesar Bresolin Marinho
Rótulo Plataformas, streaming, Desenhos, infantis, Estereótipos, gênero

Resumo

O consumo dos conteúdos presentes nas plataformas de streaming se popularizou, visto que são usadas como entretenimento. No entanto, os conteúdos direcionados ao público infantil, como desenhos animados, acabam por produzir comportamentos nas crianças. Nesse sentido, acreditamos que os desenhos animados acabam interferindo na construção de estereótipos de gênero, os quais são normatizados pela sociedade que elenca quais desenhos são para meninas e quais são para meninos. Por estar arraigado, na nossa cultura, a divisão coisas de meninas e de meninos, procuramos, neste trabalho, analisar os resultados de uma busca, com as expressões desenhos para meninas e desenhos para meninos, realizada em uma plataforma de streaming. Com o resultado dessa busca, procuramos avaliar se esses conteúdos carregam enredos distintos pré-direcionados para meninos e meninas. Para isso, foi criado um novo perfil em uma plataforma de streaming, livre de qualquer interferência de histórico de buscas e preferência para filmes, séries e documentários. Assim, realizou-se uma busca por: desenhos para meninas e desenhos para meninos, sendo selecionados os 10 primeiros resultados de ambas as pesquisas, para serem analisadas as sinopses e comparados os resultados. Como resultados para a busca, desenhos para meninos, obtivemos títulos como: Patrulha Canina; Bob Esponja: Um herói fora dágua; Angry Birds: O filme; Super Heróis: Sobrecarga máxima; Morphle; Power Rangers: Ninja Steel; Alvin e os esquilos: Na estrada; Sonic Boom; Madagascar 2; Os jovens titãs em ação. Já para a busca desenhos para meninas obtivemos: Barbie e os golfinhos mágicos; Barbie dream house adventures; My little poney a amizade mágica; Barbie dream house adventures: Go team Roberts; Lego friends o poder da amizade; H20 meninas sereias; Trolls Holiday; Clube das winx; Mia and me: o mundo de mia; A pior das bruxas. Perante os resultados e análises, pode-se evidenciar que os desenhos animados reforçam estereótipos de gênero, nos quais meninos são super heróis, enfrentam vilões, vivem grandes aventuras, são destemidos, fortes, corajosos refletindo assim na construção das masculinidades, visto que acabam se identificando com tais representações produzidas nessas mídias. Já para as meninas, disfarçados atrás das aventuras destinadas para elas, os desenhos reforçam padrões de beleza, atributos físicos desejáveis, estética e estilo e atenção para coisas supérfluas. A imagem feminina é reforçada como sentimental, delicada e suas aventuras envolvendo magia e fantasia. Por fim, pode-se concluir que os desenhos animados carregam significados que são dominantes na sociedade, os quais produzem formas de ser menino e ser menina, marcando tudo que foge a essa norma como sendo problemático/anormal, merecendo assim ser corrigido e adequado a um padrão social estabelecido.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
PIRES, F.; PIRES, F.; RODRIGUES NOAL, G.; CESAR BRESOLIN MARINHO, J. DESENHOS ANIMADOS E OS ESTEREÓTIPOS DE GÊNERO ENVOLVIDOS EM UMA PLATAFORMA DE STREAMING. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.