AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO FÍSICO DE ÁREAS RESIDENCIAIS USANDO O MODELO LCM

  • Greisi Azeredo
  • Jady Caroline Alves
  • João Saldanha Pires
  • Marcos de Sena Lopes
  • Hamid Ganjaeian
  • Cristiane Heredia Gomes
Rótulo Geomorfologia, geoprocessamento, LCM

Resumo

O desenvolvimento físico das cidades é inevitável, pois estas estão em constante extensão. O desenvolvimento físico em áreas com restrições geomorfológicas é mais sensível, portanto, mais atenção deve ser dada a essas áreas. As cidades de Itapema, Porto Belo e Bombinhas, no sul do Brasil, são algumas dessas cidades geomorfologicamente restritas, motivo pelo qual este estudo avaliou seu desenvolvimento físico. Para tanto, imagens de satélite dos anos 1990, 2000, 2010 e 2019, bem como DTM 30 metros SRTM, foram usadas na avaliação do processo de desenvolvimento físico destes municípios. O método consiste em estudar o status geomorfológico da área usando a camada DEM e, em seguida, desenvolver mapas de uso da terra dos anos 1990, 2000, 2010 e 2019, a partir de imagens de satélite. Posteriormente, através do modelo LCM, a análise de mudanças no uso da terra é discutida. Os resultados desta avaliação indicam que a área enfrenta muitas adversidades, de modo que na região há impedimentos geomorfológicos e de limites marítimos do norte, nordeste, leste e sudeste. Por tal razão, só se poderão expandir o perímetro urbano, as fronteiras agrícolas e demais estruturas de interesse sócio econômico a partir do oeste e sudoeste. Para além, os resultados da avaliação desta tendência indicaram que o crescimento ao longo de 29 anos foi de cerca de 15 quilômetros quadrados, o que inclui áreas residenciais e infraestrutura humana. Também, as mudanças no uso da terra com o modelo LCM apontaram que, durante os anos de 1990 a 2019, cerca de 11,7 km² de terras agrícolas, 1,9 km² de áreas florestais e também 0,9 km2 de área terrestre, foram alteradas. Partes da área costeira também foi transformado em terreno residencial.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
AZEREDO, G.; CAROLINE ALVES, J.; SALDANHA PIRES, J.; DE SENA LOPES, M.; GANJAEIAN, H.; HEREDIA GOMES, C. AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO FÍSICO DE ÁREAS RESIDENCIAIS USANDO O MODELO LCM. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.