AVALIAÇÃO DAS PROPRIEDADES GENOTOXICOLÓGICAS PRELIMINARES DO INSETICIDA ACEFATO POR DIFERENTES PLATAFORMAS COMPUTACIONAIS (IN SILICO)

  • Lucas Inoue
  • Lavinia da Veiga Pereira
  • Anelise Santos Soares
  • Emanoeli da Rosa
  • Luis Flavio Souza De Oliveira
Rótulo in, silico, acefato, inseticida, plataforma, computacional

Resumo

O Acefato (O, S-dimetil acetil fosforamidotioato, ACT) é um dos inseticidas organosforados (OP) extensamente utilizado no setor agropecuário para o controle de pragas de insetos. Classicamente, sua toxicidade se dá pela sua bioativação ao metamidofós, que atua não só como inibidor da acetilcolinesterase (AChE), podendo atuar como um agente embriotóxico. Contudo, há poucos dados na literatura de seus efeitos sobre o material genético em animais e humanos. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi acessar dados gerados a partir de análises preditivas in silico para estruturar e balizar pesquisa genotoxicológica in vitro em uma etapa posterior. Foram utilizadas plataformas que realizam predições computacionais farmacocinéticas e farmacodinâmicas, bem como predições toxicocinéticas e toxicodinâmicas, atentando, em especial, para dados preditivos mutagênicos e carcinogênicos. Todas as cinco bases utilizadas são de acesso livre, a saber: PubChem, Molinspiration Cheminformatics, pkCSM, XenoSite e preADMET. Inicialmente foi gerado o código SMILE do ACT através da plataforma PubChem para ser aplicado na pesquisa preditiva nas outras plataformas. A plataforma Molinspiration Cheminformatics não previu ligação entre o ACT e os seguintes parâmetros: receptor celular associado à proteína G, canal modulador de íons, a receptores celulares. Tampouco predisse capacidade inibitória sobre quinases ou proteases; contudo, registrou predição do ACT em aceptar um hidrogênio e doar quatro. Não obstante, a plataforma pkCSM não acusou predição para mutagenicidade ou carcinogenicidade. Por outro lado, embora a plataforma preADMET também não tenha apontado predição carcinogênica, apontou predição de mutagenicidade para a cepa T100 de S. typhimurium sob estímulo metabólico. Adicionalmente, a plataforma XenoSite demonstrou que o ACT possui predição para reagir com a molécula de DNA, GSH e resíduos proteicos, o que, pelo menos em parte, pode corroborar com os dados encontrados para mutagenicidade, pois as vias metabólicas para que se estabeleça são complexas e diversas. Todavia, dada a discrepância de dados, há necessidade de complementação da pesquisa por outras plataformas, no se sentido de fortalecer a direção para os estudos genotoxicológicos in vitro que se realizarão pelo grupo em momento oportuno.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
INOUE, L.; DA VEIGA PEREIRA, L.; SANTOS SOARES, A.; DA ROSA, E.; FLAVIO SOUZA DE OLIVEIRA, L. AVALIAÇÃO DAS PROPRIEDADES GENOTOXICOLÓGICAS PRELIMINARES DO INSETICIDA ACEFATO POR DIFERENTES PLATAFORMAS COMPUTACIONAIS (IN SILICO). Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.