AVALIAÇÃO DO ATRIBUTO INTEGRALIDADE NA CONSULTA DE PUERICULTURA SOB O OLHAR DE CUIDADORES DE CRIANÇAS

  • Maria Nery
  • Jarbas da Silva Ziani
  • Danielen Antunes Eggres
  • Rodrigo de Souza Balk
Rótulo Atenção, Primária, à, Saúde, Criança, Puericultura, Coletiva

Resumo

A consulta de puericultura consiste no acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil, a qual oportuniza ao profissional da saúde, no âmbito da Atenção Primária à Saúde (APS), a análise integral e de qualidade da saúde da criança, atingindo os objetivos de redução de morbimortalidade, desnutrição, acidentes comuns na infância, dentre outros. Como forma de avaliar a qualidade da APS e de seu serviço prestado, o Instrumento de Avaliação da Atenção Primária (PCATool) mensura os atributos essenciais (acesso de primeiro contato, longitudinalidade, coordenação e integralidade) e atributos derivados (orientação familiar e orientação comunitária). Assim, o estudo tem por objetivo analisar a integralidade do cuidado à saúde da criança na Estratégia Saúde da Família segundo a percepção de cuidadores, utilizando o PCATool. Estudo descritivo de abordagem quantitativa, com participação de cuidadores cadastrados em uma ESF do município de Uruguaiana/RS. Participaram 34 cuidadores de crianças (essas com idade entre 0 a 5 anos), que realizam puericultura na ESF. Os dados foram coletados utilizando o PCATool versão criança, validado no Brasil e disponível pelo Ministério da Saúde. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade local sob o parecer nº 4.176.069. Na pesquisa, dos 34 cuidadores, 97,05% (n=33) eram mães ou avós. Quanto ao estado civil, prevaleceu o casado com 70,6% (n=24). O número de filhos variou, considerando a prevalência de um filho 32,35% (n=11). Em moradia, 82,35% (n=28) relatou possuir casa própria. Dos que receberam orientações sobre alimentação saudável, boa higiene e sono adequado, 67,6% (n=23). Em relação à segurança no lar 61,8% (n=21) dos entrevistados receberam orientações de como guardar medicamentos em segurança. Ao citar mudanças no crescimento e desenvolvimento da criança e o que deve-se esperar para cada idade, as respostas obtiveram maior variação, tendo 55,9% (n=19). Maneiras de lidar com os problemas de comportamento da criança foi a categoria com opiniões mais divididas, com 41,2% (n=14) com certeza sim e 38,2% (n=13) com certeza não. Por fim, 55,9% (n=19) dos cuidadores responderam serem abordados sobre maneiras para manter a criança segura. Compreende-se que os serviços da APS desempenham um papel fundamental na prestação de cuidados através de orientações durante a puericultura. Observou-se ainda que a maior fragilidade da ESF foi identificada nas orientações sobre as condutas no manejo do comportamento da criança, merecendo maior ênfase nos estudos de como proceder nessas situações. Ademais, o estudo evidencia a qualidade do serviço prestado pelos profissionais na ESF do município, dado que os usuários, em sua maioria, demonstraram-se satisfeitos com a qualidade do serviço prestado referente a integralidade do cuidado na assistência em saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
NERY, M.; DA SILVA ZIANI, J.; ANTUNES EGGRES, D.; DE SOUZA BALK, R. AVALIAÇÃO DO ATRIBUTO INTEGRALIDADE NA CONSULTA DE PUERICULTURA SOB O OLHAR DE CUIDADORES DE CRIANÇAS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.