PATOGENICIDADE DE ISOLADOS DE BEAUVERIA BASSIANA E METARHIZIUM SPP. CONTRA EUSCHISTUS HEROS (FABR.) (HEMIPTERA: PENTATOMIDAE)

  • Geane Porto
  • Kevin Giovanni da Silva Garcia
  • Luis Francisco Angeli Alves
  • Igor Poletto
Rótulo Fungos, entomopatogênicos, Percevejo-marrom, Antagonismo, biológico

Resumo

O percevejo-marrom (Euschistus heros) (Hemiptera: Pentatomidae) é uma das principais espécies de insetos fitófagos associados ao cultivo da soja. O controle geralmente é feito com o uso de inseticidas químicos, método que tem se mostrado cada vez menos adequado, além dos impactos ambientais causados. Em função disso, métodos alternativos estão sendo testados. O objetivo deste trabalho foi avaliar a patogenicidade de isolados de Beauveria bassiana (UNIOESTE 37, UNIOESTE 38, UNIOESTE 87 e UNIOESTE 104), Metarhizium anisopliae (UNIOESTE 63) e Metarhizium rileyi (UNIOESTE 74), em indivíduos adultos de Euschistus heros. Para isso, grupos constituídos de 10 percevejos foram imersos nas suspensões de conídios e agitados manualmente por 10 segundos. Em seguida, os insetos foram acondicionados em caixas plásticas tipo gerbox e mantidos em temperatura ambiente (± 22° C) e alimentados com uma solução de mel e água destilada (10% de mel) embebida em um algodão que foi trocado diariamente. Para a testemunha, um grupo similar de percevejos foi imerso somente em água destilada. A mortalidade foi avaliada diariamente por 10 dias. Os insetos mortos foram separados e mantidos em câmara úmida, em 25 ± 1 °C por sete dias, para verificação da presença do patógeno. Todos isolados foram patogênicos ao percevejo-marrom. O maior percentual de mortalidade foi obtido com o isolado de Metarhizium anisopliae (100% de mortalidade total e confirmada), sendo alcançado no menor tempo em relação aos demais isolados. Metarhizium rileyi também apresentou resultado satisfatório, tendo mortalidade confirmada de 90%. Entre os isolados de Beauveria bassiana, a mortalidade variou de 30% com o isolado UNIOESTE 38 e 100% com o isolado UNIOESTE 87. Os isolados testados foram eficientes contra o percevejo-marrom nas condições deste estudo e testes com mais indivíduos devem ser realizados em laboratório e em campo para confirmar esta conclusão.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
PORTO, G.; GIOVANNI DA SILVA GARCIA, K.; FRANCISCO ANGELI ALVES, L.; POLETTO, I. PATOGENICIDADE DE ISOLADOS DE BEAUVERIA BASSIANA E METARHIZIUM SPP. CONTRA EUSCHISTUS HEROS (FABR.) (HEMIPTERA: PENTATOMIDAE). Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.