CARACTERIZAÇÃO FITOQUÍMICA DO EXTRATO DO FRUTO DE MOMORDICA CHARANTIA L.

  • Bibiana Etcheverry
  • Nathália Vieira Rios
  • Pamella Eduardha Espindola Chaves
  • Luísa Zuravski
  • Taiane Acunha Escobar
  • Michel Mansur Machado
Rótulo Momordica, charantia, Antioxidante, HPLC

Resumo

Momordica charantia L., popularmente conhecido por melão-de-são-caetano, é uma espécie trepadeira usualmente encontrada na região nordeste do Brasil. De acordo com estudos prévios, suas folhas e frutos de sabor característico amargo apresentam propriedades antirreumática, antidiarreica, anti-helmíntica, anti-inflamatória, antifúngica, cicatrizante, gastroprotetora, antimicrobiana e hipoglicemiante. As atividades biológicas de compostos naturais podem variar de acordo com a sua composição fitoquímica, a qual é dependente de fatores genéticos e ambientais, incluindo o processo de cultivo e processamento. Sob essa perspectiva, o objetivo deste trabalho foi realizar a caracterização fitoquímica do extrato da fruta de Momordica charantia L. O extrato bruto dos frutos de Momordica charantia foi obtido por maceração de 20 g/% em etanol 70% a 25ºC durante 7 dias com agitação diária. O processo foi repetido durante três semanas para a exaustão dos princípios ativos e, após, o extrato foi filtrado e o solvente eliminado em evaporador rotatório a 40 ºC. Os constituintes do extrato do melão-de-são-caetano foram identificados e quantificados através de Cromatografia Líquida de Alta Eficiência com arranjo diodo (HPLC/DAD, sigla do inglês). O processo de identificação incluiu interpretação dos picos do cromatograma e comparação dos tempos de retenção com os relatados na literatura e espectro DAD. Os compostos e respectivas concentrações em μg/g de extrato de Momordica charantia L. revelados e identificados pelo HPLC/DAD foram quercetina (975,22 μg/mL), ácido gálico (677 μg/mL), kaempferol (603,77 μg/mL), ácido clorogênico (549,79 μg/mL), ácido caféico (392,26 μg/mL) e rutina (373,94 μg/mL). O perfil de metabólitos secundários encontrado no extrato do melão-são-caetano analisado em nosso estudo está qualitativamente de acordo com estudos prévios e demonstra que o extrato apresenta potencial antioxidante, conferindo possivelmente benefícios à saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
ETCHEVERRY, B.; VIEIRA RIOS, N.; EDUARDHA ESPINDOLA CHAVES, P.; ZURAVSKI, L.; ACUNHA ESCOBAR, T.; MANSUR MACHADO, M. CARACTERIZAÇÃO FITOQUÍMICA DO EXTRATO DO FRUTO DE MOMORDICA CHARANTIA L. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.