CONSUMO, GERAÇÃO E DESCARTE DE RESÍDUOS: UMA ANÁLISE DA SOCIEDADE ATUAL

  • João da Silva
  • Jorge Renato Pinheiro Velloso
  • Guilherme Martins Guedes
  • André Carlos Cruz Copetti
Rótulo Educação, Ambiental, Reciclar, Reutilizar, Sustentabilidade

Resumo

O fenômeno da urbanização tem se intensificado no Planeta durante o último século, concentrando cada vez mais a população humana nas cidades. Logo, têm-se um aumento da diversidade e complexidade dos problemas ambientais, demonstrando as fragilidades e contradições de um desenfreado desenvolvimento industrial e tecnológico. Nesse sentido, a gestão de resíduos sólidos tem sido apontada pelos ambientalistas como uma das mais graves preocupações ambientais atuais, uma vez que o consumismo em demasia tem tomado conta da sociedade e afetado a sustentabilidade urbana. No entanto, reduzir a produção de resíduos e otimizar o uso dos recursos naturais depende de mudanças nos padrões de produção e consumo da sociedade. Dessa forma, com base na política dos 5 Rs (Reduzir, Reutilizar, Reciclar, Recusar e Repensar) o presente estudo objetivou analisar os hábitos adotados por uma pequena amostra da população brasileira, a fim de compreender suas atitudes em relação ao meio ambiente. Assim sendo, foi disponibilizado um questionário via Google Form nas redes sociais, durante o período de 1º a 24 de maio de 2020 de modo que qualquer pessoa a partir de 18 anos que concordasse em assinalar o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), presente no início do formulário estaria apta a participar. As questões foram elaboradas a partir de uma adaptação do modelo de coleta de dados denominado Pentáculo Ambiental e divididas em duas sessões, sendo a primeira dedicada à variáveis pessoais como gênero, escolaridade e faixa etária, enquanto que a segunda etapa foi elencada para perguntas específicas de cada uma das áreas dos 5Rs, no qual foi perguntado sobre um hábito e o participante respondia Nunca, As vezes, Quase sempre ou Sempre. A atividade contou com 305 respostas, sendo a maioria colaboradores de: 21 a 30 anos (45%); Mulheres (58,3%); Com ensino superior em andamento (39,4%). Conforme a análise dos resultados, foi possível identificar as principais concepções dos colaboradores através do seu estilo de vida, no qual foram obtidos resultados satisfatórios nos itens dos Rs Reduzir e Reutilizar; resultados abaixo do esperado no R Reciclar, e aspectos que merecem atenção nos Rs Recusar e Repensar. Através desta aplicação, identificou-se ainda que, Indivíduos com um nível de escolaridade mais elevado possuem uma maior consciência ambiental em relação aos demais, demonstrando assim, a necessidade de fomentar prática de Educação Ambiental, a partir dos primeiros anos do ensino básico. Além disso, também foi possível constatar que, cidadãos que moram em locais onde há presença de coleta seletiva, apresentam um engajamento maior com a separação dos resíduos, evidenciando dessa forma, a importância da exploração de estratégias de equidade social bem como da cobrança e incentivo às políticas ambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
DA SILVA, J.; RENATO PINHEIRO VELLOSO, J.; MARTINS GUEDES, G.; CARLOS CRUZ COPETTI, A. CONSUMO, GERAÇÃO E DESCARTE DE RESÍDUOS: UMA ANÁLISE DA SOCIEDADE ATUAL. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.