ESTACAS DO PORTA-ENXERTO DE VIDEIRIA ‘SO4’ ENRAIZAM NO SISTEMA DE AQUAPONIA?

  • Andreza Afonso
  • Alex Robalo Guimarães
  • Juan Saavedra Del Aguila
Rótulo Vitis, sp, metabolismo, primário, aquavitivinicultura

Resumo

Aquaponia é um híbrido entre a hidroponia e a aquicultura, trata-se de um sistema fechado, aonde circula a água que sai dos tanques de criação dos peixes, esta solução passa por uma filtragem, e segue em direção das estacas da Videira, para hidratar e nutrir as mesmas, posteriormente esta solução, retornar aos tanques, com o qual se fecha o ciclo. Neste sentido o objetivo do presente trabalho foi avaliar o enraizamento do Porta-enxerto de Videira SO4 no sistema de Aquaponia. O estudo foi realizado pelo Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Enologia (NEPE²), do Curso de Bacharelado em Enologia, em parceria com o Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Aquacultura (NAQUA) do Curso de Zootecnia, ambos os cursos da UNIPAMPA-Campus Dom Pedrito. Os porta-enxertos de Videira SO4 foram pré-tratados em solução de 5 ppm de Auxina por 48 h [Ácido Indolacético (AIA)]. Imediatamente após a imersão na solução de AIA, as estacas foram colocadas em sacos plásticos (19 cm x 5 cm x 8 cm) e copinhos plásticos (30 ml) nas canaletas do sistema hidropônico, o substrato utilizado para o preenchimento de todos os tratamentos foi a Vermiculita Expandida Fina. Os tratamentos (40 estacas por tratamento submetidas a um fluxo continuo de 2 l min-1) foram: T1 = Estacas em contato com substrato e umedecidas com água (controle); T2 = Estacas em contato com a solução hidropônica proveniente de um tanque de 1 m3 com 66 Tilapias do Nilo (Oreochromis niloticus); T3 = Estacas em contato com a solução hidropônica proveniente de um tanque de 1m3 com 100 Tilapias do Nilo (Oreochromis niloticus). Avaliou-se após 90 dias do experimento: Estacas enraizadas (%); Estacas com Calo (%); Estacas sem Calo (%) e; Estacas Mortas (%). O tratamento T3, aonde se tinha a maior densidade de peixes (100 Tilapias), com isso uma maior oferta de ração e posterior uma maior oferta de nutriente para as estacas (na solução hidropônica), observou-se 12,5% de enraizamento, em contrapartida as estacas dos tratamentos 1 e 2, apresentaram 0 % de enraizamento; na avaliação de Formação de Calo, as estacas do T2 (66 Tilapias), tiveram 25 % de estacas com calo, contrastando com 0% de formação de calo, nas estacas do T1 (água). Preliminarmente conclui-se que a Aquaponia auxilia na formação de calo e raiz nas estacas do porta-enxerto de Videira SO4. Sugere-se continuar pesquisando esta temática.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
AFONSO, A.; ROBALO GUIMARÃES, A.; SAAVEDRA DEL AGUILA, J. ESTACAS DO PORTA-ENXERTO DE VIDEIRIA ‘SO4’ ENRAIZAM NO SISTEMA DE AQUAPONIA?. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 2, 20 nov. 2020.