PERCEPÇÃO SOBRE A IDENTIDADE PROFISSIONAL DO NUTRICIONISTA

  • Alice Cruz
  • Alice da Cruz
  • Erica Fernandes Duzac
  • Cristina Dos Santos Lovato
Rótulo Percepção, Perfil, profissional, Comunidade, padrões

Resumo

Segundo Morgan e Azevedo, citado por Vasconcelos et al. (2004, p. 78), a imagem do corpo ideal formada pela mídia é de que a altura tem de ficar entre 1, 75 e 1,80 metro, os quadris, de 88 a 90 centímetros, (...) para o busto, o ideal é ter as medidas entre 85 e 90 centímetros, cintura entre 60 e 65 centímetros (...) (VASCONCELOS et al, 2004, 78). Parece existir um apelo para as pessoas se encaixarem em padrões estereotipados; hoje as celebridades são valorizadas por serem consideradas belas em detrimento de outras competências (SAMPAIO; FERREIRA, 2009, p. 121). Quando se trata do profissional da Nutrição, a relação entre identidade profissional e estigma social emerge quanto ao encaixe do profissional dentro de padrões de beleza reconhecidamente aceitos pela sociedade. Para nutricionistas obesas, o paradoxo exis¬tente entre as premissas de sua profissão e seu estado de morbidade torna mais complexo o de¬bate (ARAÚJO et al., 2015, p. 2789). A partir disso, o presente trabalho analisa a percepção que as pessoas têm do profissional da área de Nutrição a fim de complementar um estudo, em andamento, sobre a identidade do nutricionista. Trata-se de um pré-teste de pesquisa feito por meio de um questionário piloto aplicado ao público universitário da Universidade Federal do Pampa, UNIPAMPA, Itaqui/RS. O objetivo era identificar se havia interferência dos padrões estéticos vigentes na valoração do profissional da área supracitada. Para tanto, foi criado um questionário com seis imagens retiradas do google de pessoas usando jalecos brancos nas quais se buscava representar profissionais da área da saúde, mais especificamente, da área da Nutrição. As imagens foram separadas com a identificação de letras, sendo do A ao F. Obteve-se um total de 116 questionários respondidos e os seguintes resultados: 24 assinalaram a opção A; 54 assinalaram a opção B; 10 assinalaram a opção C; 6 assinalaram a opção D; 3 assinalaram a opção E; e 14 assinalaram a opção F. Cinco questionários foram anulados por não terem selecionado nenhuma imagem ou terem marcado todas as opções. Por hipótese, acreditávamos que a figura B seria a menos votada, enquanto a imagem da figura C seria a mais votada, pensado no padrão corpóreo fixado na sociedade. Entretanto, enquanto a imagem B obteve 54 votos, a imagem C obteve 10 votos; e as outras imagens um total de 47, mostrando que a aparência fora dos padrões pré-estabelecidos não foi o primeiro quesito para seleção do profissional. Como resultado, observou-se que a aparência física parece ser um aspecto importantes para a valoração do profissional da área de Nutrição, mas associada a outras características, tais como: simpatia, seriedade e vestuário adequado à situação profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
CRUZ, A.; DA CRUZ, A.; FERNANDES DUZAC, E.; DOS SANTOS LOVATO, C. PERCEPÇÃO SOBRE A IDENTIDADE PROFISSIONAL DO NUTRICIONISTA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.