ANÁLISE DE VALIDAÇÃO DE TESTE DE CONHECIMENTO METALINGUÍSTICO VIA CONSISTÊNCIA INTERNA

  • Marco Ticona
  • Aloísio Jacobs
  • Fernando Dias
  • Paulo Fernando Marques Duarte Filho
  • Eduardo De Oliveira Dutra
  • Vera Lucia Duarte Ferreira
Rótulo 1, conhecimento, explícito, 2, clíticos, acusativos, espanhol , 3, validação, instrumento

Resumo

Neste estudo, verificamos a validade de  medida de conhecimento explícito (ELLIS, 2005),  Teste de Conhecimento Metalinguístico (TCM), referente aos clíticos acusativos de terceira pessoa do espanhol, formas esperadas. Esse instrumento foi aplicado a dois grupos de estudantes do quarto semestre, pertencentes a diferentes cursos de Letras, em relação à ênfase dada à formação dos discentes, de instituição pública (contexto multilíngue) ou privada (contexto bilíngue), no Rio Grande do Sul.  O grupo 1 estava formado por doze participantes, enquanto o grupo 2 possuía treze participantes. Quanto ao instrumento de coleta de dados, o TCM estava constituído apenas por dez sentenças agramaticais. Os participantes tiveram que indicar em que parte das respostas, em relação às perguntas, havia erro, e, posteriormente, deveriam corrigi-la. Por último, eles tiveram que explicar a regra que justificasse o erro detectado, o que lhes exigiu descrição da regra e conhecimento metalinguístico. Para comparar o rendimento do TCM aplicado aos discentes das duas instituições de ensino mencionadas foi aplicado o teste estatístico paramétrico t a fim de explorar a hipótese de diferenças no instrumento, uma vez que os dados  atendem aos pressupostos de normalidade, verificados via teste Shapiro Wilk (0,89) (FÁVERO et al, 2009). O nível de significância considerado foi de 5%. A confiabilidade das respostas obtidas pelo instrumento de coleta foi ratificada pelo alpha de Cronbach cujos índices foram de 0,91 e 0,85, respectivamente, para as instituições de ensino pública e privada. Isso sugere que o TCM é uma medida de conhecimento explícito. Além disso, há indícios de que os estudantes multilíngues apresentam maior consciência linguística em comparação ao grupo bilíngue.   Ellis, R. (2005). Measuring Implicit and Explicit knowledge of A Second language: A Psychometric Study. Studies em Second Language Acquisition, 27 (2), 141-172,   Fávero, L. P., Belfiore, P.; Silva, F. L., & Chan, B. L. (2009). Análise de dados: modelagem multivariada para tomada de decisões . 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
TICONA, M.; JACOBS, A.; DIAS, F.; FERNANDO MARQUES DUARTE FILHO, P.; DE OLIVEIRA DUTRA, E.; LUCIA DUARTE FERREIRA, V. ANÁLISE DE VALIDAÇÃO DE TESTE DE CONHECIMENTO METALINGUÍSTICO VIA CONSISTÊNCIA INTERNA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.