SENTIMENTOS PRESENTES NAS FAMILIAS ASSENTADAS, A PARTIR DA APLICAÇÃO DO DIAGNÓSTICO RURAL PARTICIPATIVO

  • Dellins Lemos
  • Ana Mileni Jaques de Campos Ferreira
  • João Carlos Coelho Junior
Rótulo 1, Desenvolvimento, Rural, 2, Diagnóstico, 3, Agricultura, Familiar

Resumo

Conforme Kageyama (2004) uma forma de se obter o desenvolvimento é de maneira endógena, neste caso, a mesma parte de dentro para fora, tornando este processo mais duradouro e envolvendo todos os agentes. Na busca deste desenvolvimento, pode-se utilizar diferentes métodos, sendo um deles o Diagnóstico Rural Participativo (DRP), uma vez que o mesmo envolve técnicas e ferramentas que autoriza que a comunidade faça o seu próprio diagnóstico. Neste sentindo, este estudo tem como questão problema: Quais os sentimentos que estão latentes nas famílias assentadas no Cerro dos Munhoz em Santana do Livramento a partir da aplicação da metodologia DRP? Para responder ao problema de pesquisa proposto neste trabalho apresentamos os seguintes objetivo(s): Identificar os sentimentos latentes nas famílias assentadas no Cerro dos Munhoz em Santana do Livramento a partir da aplicação da metodologia DRP; Descrever os principais pontos fortes, fracos, ameaças e oportunidades detectados ao aplicar o DRP; Em relação à abordagem metodológica, este projeto de pesquisa irá utilizar a metodologia Qualitativa e Quantitativa e o método escolhido para este projeto é o da pesquisa de campo. O grupo estudado neste projeto foi selecionado considerando a disponibilidade do número de famílias dispostas a participar da coleta dos dados. Em relação aos dados obtidos, os mesmos foram classificados a partir de uma escala de 01 à 05, sendo que 01 pouco importante e 05 muito importante. Resultados e discussão: No item Muro das Lamentações, os principais resultados obtidos dizem respeito ao descaso do poder público falta de estradas com indicador de 4,49; Disponibilidade de recursos Financeiros com indicador 4,51; problemas com a Organização do Agricultores com indicador 3,67 e questões Burocráticas com 4,07. Em relação a Arvore de Oportunidades os principais pontos foram: Espirito de coletividade e Parceria com indicador de 4,33; Organização dos produtores com 4,22; e Conhecimento do processamento e Produção com 4,12. Conclusão: Após as análises dos resultados obtidos a partir da aplicação do Diagnóstico Rural Participativo, foi possível observar que os sentimentos que afloram nas famílias assentadas no Cerro do Munhoz em Santana do Livramento, são ambíguos, uma vez que, em certos momentos as lamentações levam ao observador identificar questões de baixa estima e um certo descrédito para com o futuro. No entanto, ao seu levantar a arvore das Oportunidades é fácil identificar nas famílias um sentimento de pertencimento ao espaço e luta na busca por iniciativas que venham a melhorar o seu status quo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
LEMOS, D.; MILENI JAQUES DE CAMPOS FERREIRA, A.; CARLOS COELHO JUNIOR, J. SENTIMENTOS PRESENTES NAS FAMILIAS ASSENTADAS, A PARTIR DA APLICAÇÃO DO DIAGNÓSTICO RURAL PARTICIPATIVO. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.