ANÁLISE DO IMPACTO DO PROGRAMA FIFA 11 PELA SAÚDE EM ESCOLARES: RESULTADOS PRELIMINARES

  • Maria Bastos
  • Juliana Möbs Canova
  • Loreanne dos Santos Silva
  • Gabrieli Deponti Bombach
  • Luana Veiga Keller
  • Simone Lara
Rótulo Educação, Saúde, Futebol

Resumo

Introdução: A abordagem do binômio educação e saúde na escola acontece por meio de trocas de informações e experiências, e tem como objetivo melhorar a qualidade de vida e desenvolver responsabilidade pela saúde da população. Como uma estratégia de trabalhar saúde na escola, podemos citar o programa FIFA 11 pela Saúde, que foi desenvolvido durante a Copa do Mundo de 2010 no continente Africano, e baseia-se no universo do futebol para abordar educação em saúde com crianças. O programa retrata questões de promoção de saúde e prevenção de doenças, incluindo: exercício físico, alimentação, respeito com as meninas, prevenção de lesões e DST/HIV, dentre outros. Assim, esse estudo tem como objetivo verificar o impacto do programa FIFA pela Saúde sobre o conhecimento em saúde de escolares. Metodologia: No presente estudo, foram inseridos 37 alunos do 4° ano do Ensino Fundamental de uma escola pública de Uruguaiana/RS. Inicialmente, foi aplicado aos estudantes um questionário pré-intervenção, a fim de verificar o nível de conhecimento dos mesmos em relação a temas em saúde. Ao final do programa, os estudantes responderão novamente o questionário, com o objetivo de verificar se houve mudança de conhecimento em saúde. Ressalta-se que serão apresentados aqui apenas os dados parciais, referentes à avaliação inicial do questionário, uma vez que o estudo está em andamento e a reavaliação ainda não ocorreu. O programa FIFA 11 pela Saúde é composto de 11 sessões de 90 minutos, e cada sessão compreende duas metades de 45 minutos. Os primeiros 45 minutos (Jogue Limpo) ocorrem dentro da sala de aula, que tem como foco realizar discussões e troca de informações com os alunos a respeito de determinado tópico de saúde. A segunda metade (Jogue Futebol) é realizada em um ambiente externo, no qual são realizadas aulas práticas envolvendo os gestos motores do futebol, e os alunos são incentivados a praticar atividade física, ajudando-os a aprender comportamentos saudáveis. Resultados: Com relação aos dados iniciais, encontramos que os maiores déficits de conhecimento dos estudantes foram sobre a água e o seu tempo de fervura, a obesidade e o aumento da pressão arterial, e a higienização das mãos. Conclusão: Com base nesses resultados parciais, podemos verificar que são necessárias ações para melhorar o nível de conhecimento de saúde pelos escolares, e o programa FIFA 11 pela Saúde pode ser uma ferramenta importante para esse objetivo. De fato, o programa é de fácil aplicabilidade, sem necessidade de muitos recursos e aborda tópicos importantes sobre saúde, associando atividades lúdicas e a prática de atividade física, como o futebol.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
BASTOS, M.; MÖBS CANOVA, J.; DOS SANTOS SILVA, L.; DEPONTI BOMBACH, G.; VEIGA KELLER, L.; LARA, S. ANÁLISE DO IMPACTO DO PROGRAMA FIFA 11 PELA SAÚDE EM ESCOLARES: RESULTADOS PRELIMINARES. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.