PET-HISTÓRIA-DA-ÁFRICA: ANÁLISE DO CONHECIMENTO DA LEI 10.639/03, NO CURSO DE CIÊNCIAS HUMANAS.

  • Richelle Costa
  • Aryça de Lima Santos
  • Joao Heitor Silva Macedo
Rótulo Pet, Lei, Educação, Negro

Resumo

O presente trabalho visa estabelecer uma relação de conhecimento acerca da lei 10.639/03, com alunos de graduação/egressos do curso de Ciências Humanas da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), campus São Borja-RS. E a contribuição do Programa de Educação Tutorial PET-História da África como agente que auxilia na execução da lei. Tem por objetivo analisar a formação dos graduandos e futuros docentes do curso de licenciatura e questionar se a construção se encontra de acordo com as diretrizes da lei. Acredita-se que há diversas dificuldades encontradas pelos docentes em estabelecer o ensino da cultura afro nas escolas, o propósito desta pesquisa é entender onde o problema começa e o motivo de muitas instituições não obterem corretamente o ensino da cultura afro. Através de um formulário com perguntas semi abertas, e materiais acerca do tema e das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das relações Étnico-Raciais, pretende-se tornar sábido a formação pedagógica que a universidade tem fornecido à licenciatura e se ela atende a necessidade de projetos de valorização e aplicação da história e cultura dos afro brasileiros e africanos. No formulário obtivemos 22 respostas, e a partir da análise dos dados constatamos que 63,6% dos entrevistados se sentem aptos a lidar com questões étnico-raciais, enquanto 36,4% não se sentem aptos a ministrar disciplinas com a temática. Porém, na pergunta aberta onde se questiona o motivo pelo que se sentem aptos ou não, é possível notar que boa parte alega não possuir formação suficiente devido a proposta pedagógica do curso não ter uma abordagem aprofundada do conteúdo, ou que a abordagem não prevê a forma como eles devem levar o assunto para a sala de aula. Nas dificuldades encontradas, um dos fatores principais segundo 54,4% dos entrevistados se dá pela falta de preparo dos professores da rede de ensino. Em relação a execução das aulas, 31,8% alegam que a falta de material adequado contribui para com essa inaplicabilidade. A questão da carência dos cursos de formação continuada e formação pedagógica tanto dos atuais, quanto futuros professores, acaba inviabilizando essa discussão. Essa abordagem veio como um resultado das reivindicações do movimento negro como um ato de banir o mito da democracia racial e unir forças com a educação, a qual possui um papel formador e pode contribuir para a desconstrução de estereótipos, os quais acabam por contribuir com as questões da desigualdade racial. A lei veio como uma forma de inserir negros e negras na História do Brasil e extinguir a imagem subserviente que os livros eurocêntricos tem descrito. O resultado da pesquisa comprovou um imenso abismo entre a lei e a realidade aplicada nas escolas, pois os mecanismos institucionais não são efetivos e inviabilizam a aplicação da lei na prática, sendo o PET um instrumento eficaz de ajuda na aplicação da mesma.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
COSTA, R.; DE LIMA SANTOS, A.; HEITOR SILVA MACEDO, J. PET-HISTÓRIA-DA-ÁFRICA: ANÁLISE DO CONHECIMENTO DA LEI 10.639/03, NO CURSO DE CIÊNCIAS HUMANAS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.