MAPAS‌ ‌MENTAIS‌: ESTRATÉGIA DE ENSINO‌ ‌APRENDIZAGEM‌ ‌NO‌ ‌ ESTUDO DO CORPO‌ ‌HUMANO‌ ‌

  • Carla Leal
  • Caroline Wagner
  • Elisangela Luz da Costa
Rótulo Mapas, Mentais, Ensino, Aprendizagem, Significativa

Resumo

O presente estudo baseia-se em uma das atividades realizadas por um grupo de pibidianos do curso de Licenciatura Ciências Exatas, Unipampa, Campus Caçapava do Sul, participantes do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência- PIBID, na perspectiva de desenvolver atividades didático-pedagógicas que promovam uma uma aprendizagem mais significativa na educação básica. Neste contexto, os mapas mentais, como uma ferramenta pedagógica de ensino podem despertar no aprendiz a competência de elaborar mapas coerentes com o significado que querem expressar, e assim, apropriarem- se do conhecimento e ao externalizar, durante a apresentação oral, transmitirem a ideia que desejam explanar pois, os mapas mentais e mapas conceituais não são auto explicativos. Os mapas conceituais e mentais vem como organizadores dos conceitos, onde estabelecendo novas conexões com as já existentes, proporcionarão ao aprendiz identificar e organizar os conceitos estimulando a percepção sobre o tema abordado, levando a uma melhor compreensão e interpretação possibilitando ao aprendiz alcançar melhores resultados. Desta forma, buscou-se a utilização dos mapas mentais como ferramenta pedagógica, com o objetivo de permitir a construção, organização, representação e avaliação do conhecimento potencializando e contribuindo para efetivação da aprendizagem significativa no estudo dos Sistemas do Corpo Humano. Os mapas, foram desenvolvidos com duas turmas de 8º ano do ensino fundamental de uma escola pública em Caçapava do Sul, nas aulas de Ciências da Natureza, durante o desenvolvimento do conteúdo dos sistemas do corpo humano. A presente pesquisa é um recorte de intervenções que estão planejadas para serem desenvolvidas até final do ano letivo de 2019. Os dados produzidos que servem de base para este estudo foram registrados pelos pibidianos no diário de bordo, portfólios, fotos, e análise das produções dos alunos. A estratégia pedagógica desenvolvida foi organizada da seguinte forma: num primeiro momento de resgate os conhecimentos prévios dos alunos , seguido por atividades práticas, rodas de conversa, manipulação de recursos táteis, experimentações, finalizando com a construção de mapas mentais. Os primeiros mapas conceituais foram desenvolvidos de forma bastante sucinta e pouco reflexiva e a medida que praticavam, os mapas conceituais tornaram se cada vez mais coerentes, organizados e conexos aos conceitos apresentados, demonstrando que o aluno estava assimilando conceitos e o objetivo do ensino aprendizagem estava sendo alcançados Levando em consideração a teoria dos mapas conceituais e sua aplicação, esta prática pedagógica possibilitou aos alunos um entendimento mais amplo sobre os sistemas do Corpo Humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
LEAL, C.; WAGNER, C.; LUZ DA COSTA, E. MAPAS‌ ‌MENTAIS‌: ESTRATÉGIA DE ENSINO‌ ‌APRENDIZAGEM‌ ‌NO‌ ‌ ESTUDO DO CORPO‌ ‌HUMANO‌ ‌. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.