A CONTRIBUIÇÃO DE JOSÉ GRAZIANO NA DIFUSÃO MUNDIAL DO PROGRAMA BRASILEIRO FOME ZERO (2012-2019)

  • Valentina Bento
  • Rafael Balardim
Rótulo FAO, ONU, Brasil, Fome, Zero

Resumo

No início do primeiro mandato do governo do presidente Luís Inácio Lula da Silva, foi lançado o Programa Fome Zero por iniciativa conjunta do Ministro Extraordinário da Segurança Alimentar e Combate à Fome e do assessor especial da Presidência da República, Carlos Alberto Libânio Christo, conhecido como Frei Betto. Contudo o Programa Fome Zero, assim como projetado pelos seus idealizadores não foi concretizado sendo posteriormente substituído pelo Programa Bolsa Família. Com a saída de Frei Betto do governo Lula e a nomeação de Patrus Ananias como Ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (que substituiu o Ministério Extraordinário em 2004), José Graziano passou a ocupar o cargo de Assessor Especial da Presidência da República. Em março de 2006, Graziano se tornou representante regional da Organizção das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) para América Latina e Caribe. Já nessa fase ele atuou como promotor do combate à fome no âmbito dos países da América Latina. Em 2011, foi eleito diretor-geral da FAO. Permaneceu no cardo por dois mandatos, de 2012 até 2019. Nesse período, Graziano trabalhou com afinco para transformar o Programa Fome Zero, pensado no âmbito brasileiro, em um programa internacional de combate à fome. O objetivo da pesquisa foi analisar de que forma o trabalho de José Graziano na direção geral da FAO contribuiu para a difusão mundial do Programa brasileiro Fome Zero. Para isso, em um primeiro momento buscou-se conhecer em que consistia o Programa Fome Zero no Brasil e em qual contexto político nasceu. Em um segundo momento, verificamos como o Programa Fome Zero foi retomado no âmbito da FAO e quais foram os principais projetos liderados pelo José Graziano nesse sentido. Concluiu-se que a atuação internacional de José Graziano foi fundamental para a difusão internacional do Programa de combate à Fome por meio de projetos específicos por ele liderados.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
BENTO, V.; BALARDIM, R. A CONTRIBUIÇÃO DE JOSÉ GRAZIANO NA DIFUSÃO MUNDIAL DO PROGRAMA BRASILEIRO FOME ZERO (2012-2019). Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.