IMPACTO DA CARGA HORÁRIA PRÁTICA NA DISCIPLINA DE LÓGICA NO CURSO DE ENGENHARIA DE SOFTWARE

  • Bruna Dias
  • Alice Finger
Rótulo Lógica, matemática, Evasão, retenção, Engenharia, Software, Universidade, Federal, Pampa

Resumo

Sabemos que cursos na área da computação apresentam problemas no que diz respeito ao ensino-aprendizagem. Ao início do curso, em componentes curriculares (CC) como lógica e algoritmos, os discentes encontram dificuldades, pois eles exigem uso do raciocínio lógico-matemático. Tais obstáculos levam aos altos índices de evasão e retenção que ainda crescem, pois parte dos discentes permanecem inerte às disciplinas. O curso de Engenharia de Software (ES) da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) apresentava baixos índices de aprovação no CC de lógica quando não continha horas práticas. A situação se mostrou diferente após a adição das horas práticas no currículo. Esta pesquisa objetiva apresentar uma estratégia para diminuição da retenção nas disciplinas de Lógica Matemática (LM) em cursos de ES, avaliando o impacto da carga horária prática nesse tipo de CC. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Computação (SBC), foi possível observar que nos anos de 2015 à 2017 os cursos de ES apresentaram o menor índice no número de concluintes. Por isso, acreditamos que adotar a carga horária prática na disciplina de LM poderá contribuir para o aumento do número de concluintes nestes cursos e, em consequência, evitar evasão ou retenção de um aluno. Quando o novo Projeto Pedagógico de Curso (PPC) entrou em vigor em 2018, a disciplina de LM modificou sua carga horária para 60 horas, sendo 15 horas práticas. Nessas 15 horas, os alunos têm contato com a linguagem de programação lógica PROLOG. Analisamos os dados a partir de 2015 e constatamos melhorias consideráveis no número de aprovados. Entre 2015 e 2017, quando o antigo PPC estava em vigência, os índices de alunos reprovados por nota eram elevados. Em uma turma com um média de 25 alunos, o número de reprovados por nota era quase o dobro dos aprovados. Em 2019, a situação inverteu-se, o número de aprovados era o dobro dos alunos reprovados por nota. No antigo PPC, onde haviam 30 horas teóricas no ensino de lógica, o número de reprovados por nota se mostrava alto durante os 3 anos analisados, porém, com as horas práticas, o número de aprovados foi maior que nos anos anteriores. O ano de 2018 não entra nessa análise, pois a disciplina foi abordada por outro docente com outra metodologia. Os problemas enfrentados pelos discentes que reprovam em uma disciplina ou abandonam um curso podem ir além do poder do professor, envolvendo fatores externos. Entretanto, nos anos anteriores ao acréscimo da carga horária prática do CC de Lógica Matemática, havia altos índices de reprovação por nota na disciplina, após o novo PPC, foi possível observar um aumento significativo na aprovação dos discentes. Contudo, podemos afirmar que a carga horária prática auxiliou os alunos no entendimento da disciplina e na aprovação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
DIAS, B.; FINGER, A. IMPACTO DA CARGA HORÁRIA PRÁTICA NA DISCIPLINA DE LÓGICA NO CURSO DE ENGENHARIA DE SOFTWARE. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.