OPEN SERVICES FOR LIFECYCLE COLLABORATION: UM ESTUDO DE MAPEAMENTO SISTEMÁTICO

  • Bruno Ferreira
  • Rafael Santos Torres
  • Fabio Paulo Basso
Rótulo Open, Services, for, Lifeycle, Collaboration, Integração, Ferramentas, Estudo, Mapeamento, Sistemático

Resumo

Ao longo do ciclo de vida do desenvolvimento do software, um conjunto de ferramentas é utilizado para prover suporte a times de desenvolvimento na realização de atividades em diferentes fases do desenvolvimento de software. Além disso, cada uma dessas ferramentas manipulam diferentes tipos de artefatos, tornando a integração de ferramentas uma atividade não trivial. Nesse sentido, apresenta-se um resumo de um mapeamento sistemático sobre Open Services for Lifecycle Collaboration (OSLC) usando-se o protocolo de Petersen. OSLC é um padrão aberto para integração de ferramentas e a federação dos dados ao longo do projeto de software. Analisou-se o uso de ao longo do ciclo de vida do software, bem como o impacto e os problemas enfrentados. As questões de pesquisa elaboradas foram as seguintes: RQ1) O padrão OSLC é utilizado em quais fases do ciclo de vida do software? RQ2) Quais os contextos das organizações que utilizam o OSLC? RQ3) Quais os tipos de pesquisa mais frequentes? RQ4) Quais são as facetas da contribuição dos estudos? RQ5) Quais são os usuários beneficiados? RQ6) Quais são as vantagens e desvantagens? Primeiramente, foram obtidos 233 artigos das bases citadas. Após a filtragem dos estudos através dos critérios de inclusão e exclusão, 51 estudos foram selecionados como estudos primários. De acordo com os resultados, o OSLC é frequentemente utilizado nas fases de Requisitos, Análise e Projeto e Testes. As ferramentas encontradas foram agrupadas em 9 categorias, com destaque para ferramentas de projeto, Verificação & Validação e Requisitos. Apenas 8 estudos citam algum tipo de processo de desenvolvimento envolvido em seus exemplos ou na construção da sua solução, sendo elo o processo V-model. A maioria dos estudos estão relacionados a contextos de sistemas de segurança crítica, como por exemplo a indústria automotiva e sistemas embarcados. Os estudos apresentam a construção de adaptadores OSLC, extensão dos domínios OSLC e novas metodologias para integração de ferramentas na indústria. As vantagens atingem com maior frequência o cargo de engenheiro, entretanto, os resultados mostram que cliente e usuário final também é beneficiado. As principais vantagens citadas foram a rastreabilidade dos dados e a facilidade de substituir ferramentas na cadeia de ferramentas. A respeito das desvantagens estão a falta de documentação e o nível de conhecimento técnico necessário para sua implementação. Este estudo reforça tópicos de pesquisa para aperfeiçoamento do uso do OSLC. Além disso, foi possível identificar que o OSLC é utilizado na indústria em contextos que abrangem grande nível de complexidade. As propostas dos estudos, de modo geral, solucionam problemas em um determinado domínio. Dessa forma, tópicos de pesquisa relacionados a Model-Driven Engineering foram identificados para suprir as deficiências da utilização do uso do padrão OSLC.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
FERREIRA, B.; SANTOS TORRES, R.; PAULO BASSO, F. OPEN SERVICES FOR LIFECYCLE COLLABORATION: UM ESTUDO DE MAPEAMENTO SISTEMÁTICO. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.