MXQ X RASPBERRY – UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE TECNOLOGIAS

  • Arthur Jardim
  • Renato Sayyed de Souza
  • Marcos Roberto Chaves Ferreira
  • Gisela Costa Bairros
  • Bryan Teixeira Paiva
  • Erico Marcelo Hoff Do Amaral
Rótulo Microcomputadores, Raspberry, PI, 3, MXQ-4K

Resumo

O desenvolvimento dos sistemas computacionais começou a ter um avanço acelerado a partir da era eletrônica, por meados de 1930, com a utilização de componentes que processam dados em um curto espaço de tempo e com alta precisão. A evolução nos componentes nos permitiu chegar a processadores com tamanhos mínimos, possuindo transistores de tamanhos quase atômicos. Tal feito condiciona a diminuição no tamanho dos aparelhos que usamos diariamente, a qual possibilitou uma segmentação no mercado, com a criação dos dispositivos móveis. Os microcomputadores, pequenos e ágeis, nos permitem desenvolver soluções de alto nível pela alta capacidade de processamento similar aos desktops. Como exemplos de aplicação de tecnologias tem-se a informática médica e o conceito de internet das coisas. Reconhecendo a alta demanda em microcomputadores, esta pesquisa identificou a necessidade de um estudo comparativo entre diferentes arquiteturas, visando encontrar em termos de performance um dispositivo que apresente um melhor custo-benefício, considerando a capacidade de processamento para diferentes tarefas. No intuito de executar tal comparação, optou-se pela análise de dois dispositivos similares, porém com preços distintos: o MXQ-4K e o Raspberry PI 3 Model B. A fim de se alcançar os objetivos almejados, este estudo realizou uma pesquisa experimental aplicada, com o propósito de gerar conhecimentos de aplicação prática em problemas específicos. Ferramentas de especificação de hardware foram utilizadas para uma análise das arquiteturas, assim obtendo informações precisas sobre cada dispositivo. O MXQ-4K analisado possui as seguintes características: 5 GB de memória flash, 1 GB de memória DRAM, processador Rockchip RK3066 (4x ARM Cortex-A7), com frequência de 1.2 GHz e custo de R$ 120,00. Já o Raspberry PI 3 Model B não possui memória flash, 1 GB de memória DRAM, com processador Broadcom BCM2837 (Quadcore ARM Cortex-A53), frequência de 1.2 GHz e com um custo atual de R$ 300,00. Para a comparação entre os processadores adotou-se o benchmark TrueBench, que utiliza como métrica o tempo de execução em microssegundos, quanto menor o tempo melhor o desempenho da arquitetura, observou-se que o processador Rockchip RK3066, para a execução de um conjunto de tarefas, apresentou 3108077589µs de resposta, enquanto o Broadcom BCM2837 obteve como resultado 1310619137µs, para a mesma tarefa. Analisando os resultados, pode-se constatar que o Raspberry PI 3 Model B é 240% superior, tornando-o a opção melhor em relação ao desempenho. Embora esta pesquisa esteja em uma etapa inicial, foi possível constatar que a tecnologia MXQ-4K entrega um resultado custo-benefício mais desejável, sendo 250% mais barata. Desta forma, conclui-se que esta arquitetura é uma alternativa viável para o uso desde uma aplicação simples, até um motor de jogo como o Unity.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
JARDIM, A.; SAYYED DE SOUZA, R.; ROBERTO CHAVES FERREIRA, M.; COSTA BAIRROS, G.; TEIXEIRA PAIVA, B.; MARCELO HOFF DO AMARAL, E. MXQ X RASPBERRY – UM ESTUDO COMPARATIVO ENTRE TECNOLOGIAS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.