IMPACTO AMBIENTAL NO CERRO DO JARAU POR CONTA DE METEORITO: DESCOBERTA DE CYPPELA ARMOSA RAVENNA

  • Nathalie Corrêa
  • Eliade Ferreira Lima
Rótulo IMPACTO, FLORÍSTICA, ASTROBLEMA

Resumo

O Cerro do Jarau é um Astroblema localizado nas colinas do Bioma Pampa, no município de Quarai, Oeste do Rio Grande do Sul, onde o Brasil faz fronteira com Uruguai. Surgiu há milhões de anos atrás, ocasionado pela queda de um meteorito (CROSTA et al., 2010). Além da formação instantânea da cratera, com o passar dos anos, a erosão sofrida no local, também provocou alterações. A cratera está situada numa região denominada Campos. No território brasileiro, os Campos se restringem ao Rio Grande do Sul, com uma cobertura de aproximadamente 176.496 km², correspondendo em torno de 63% da área total deste Estado (IBGE 2004). Durante excursões de coleta de dados na cratera do Jarau, foi detectada a ocorrência da Cypella Armosa Ravenna (DEBLE et al), sendo que esta espécie até o momento era conhecida como germinada apenas nos outros países da fronteira. A planta mede cerca de 40-60 cm de altura, com caule subterrâneo de até 10 cm de comprimento. Bulbo ovóide, catáfilos enegrecidos, 9-20 mm x 8-20mm, prolongando em curto colar. Folhas na antese 1-2; lâmina foliar estreitamente linear, plicada, aguda no ápice, 12-30 x 0.2-0.4 cm. Espatas 3, verdes ou pálido-esverdeadas, 2-valvadas, pedunculadas, portando uma flor; valvas externas de 2.1-2.8 cm de comprimento, as internas de 4-5.6 cm de comprimento, ambas membranáceas e amarronzadas nas extremidades. É encontrada em áreas alagadas ou úmidas, que ajudam no seu crescimento e desenvolvimento, na cratera foi encontrada na coloração amarelada. As plantas coletadas Deble et al (2005) foram georeferenciados, fotografadas e identificadas através de uma consulta bibliográfica e em herbários nacionais e internacionais. Cypella inclui cerca de 25 espécies de plantas bulbosas já catalogadas em diferentes países, já no Brasil esta espécie se diferencia pelo fato de ter sido encontrada no local onde ocorreu um impacto meteorítico. Neste trabalho é feito um levantamento bibliográfico e catalográfico acerca da espécie Cypella Armosa Ravena, em seguida é feita uma comparação entre os demais locais que abrigam a espécie e o Cerro do Jarau, na tentativa de identificar o que tornou o centro da cratera propício ao surgimento da espécie. Em função do local em que se encontra a Cypella não ter o cuidado necessário para a preservação da flora, a espécie pode vir sofrer extinção. A Cypella Armosa, se destaca entre as demais espécies encontradas no local, em função do seu tamanho, cor e beleza. Dessa maneira, propomos maior investimento na pesquisa do local e na classificação da espécie, para que possamos ter um melhor entendimento acerca das nossas riquezas naturais do Pampa do Estado do Rio Grande do Sul.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
CORRÊA, N.; FERREIRA LIMA, E. IMPACTO AMBIENTAL NO CERRO DO JARAU POR CONTA DE METEORITO: DESCOBERTA DE CYPPELA ARMOSA RAVENNA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.