MATERIAIS ALTERNATIVOS EM ATIVIDADES EXPERIMENTAIS NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE A SUA APLICAÇÃO

  • Frederico dos Anjos
  • Ana Carolina Gomes Miranda
Rótulo Atividades, experimentais, Materiais, alternativos, Química

Resumo

O presente trabalho possui como foco de investigação identificar na literatura, pesquisas relacionadas ao desenvolvimento de atividades experimentais utilizando materiais alternativos no ensino de Química. Para isso, foi realizado um levantamento na Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, entre 2011 e 2019, a partir de duas palavras-chave: atividades experimentais e materiais alternativos. A investigação foi desenvolvida em quatro estágios: 1) Seleção dos periódicos; 2) Coleta dos dados por meio do levantamento de artigos que abordam o tema; 3) Triagem a partir da leitura integral dos artigos encontrados e exclusão dos que não versam sobre o tema; 4) Análise dos artigos, que foi baseada nos seguintes critérios: instituição onde foi produzido, ano de publicação, abordagem da pesquisa (teórico ou empírico), natureza da pesquisa, nível de ensino, desenvolvimento da atividade experimental abordado no artigo, e principais resultados dos artigos relacionados com o objeto de pesquisa. Os resultados revelaram: 1 artigo produzido na UFSC (2012), 3 na USP (2008 e 2 em 2012) e 1 na UNESP (2009). Todos os trabalhos possuem uma abordagem qualitativa, sendo que 2 eram de natureza empírica e 3 teórica. Quanto ao nível de ensino, 2 eram direcionados ao ensino superior, 1 para fundamental e médio, 1 para ensino médio e 1 para ensino fundamental. Em relação ao desenvolvimento das atividades 3 artigos foram concebidos através da análise de publicações, 1 se valeu de entrevistas com professores e 1 utilizou a experimentação para simular a resolução de um problema de coloração na água. Os principais resultados falam sobre: a) a pouca articulação entre a experimentação e a formação de docentes, a educação superior e profissionalizante. b) a possibilidade de o professor poder explorar os erros durante a experimentação para auxiliar no ensino. c) uma reflexão sobre como a experimentação em um ambiente construtivista e investigativo desenvolve as habilidades cognitivas dos alunos. d) a contribuição da contextualização na atividade experimental para a aprendizagem. e) o diminuto número de atividades experimentais investigativas nas coleções de livros analisadas. Partindo da leitura e caracterização do material selecionado, conclui-se que na revista pesquisada, há um percentual muito baixo de publicações versam sobre experimentação em química e nenhuma delas utiliza materiais alternativos para seu desenvolvimento, utilizam apenas reagentes clássicos e muitas vezes de difícil aquisição nas escolas públicas. Isso evidencia que ainda há um enorme vazio que deve ser preenchido por pesquisadores que se dediquem a desenvolver atividades experimentais com materiais alternativos para o ensino de química.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
DOS ANJOS, F.; CAROLINA GOMES MIRANDA, A. MATERIAIS ALTERNATIVOS EM ATIVIDADES EXPERIMENTAIS NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE A SUA APLICAÇÃO. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.