CRIAÇÃO DE POP PARA EQUIPAMENTOS DE ANÁLISE DE ÁGUA

  • Marcio Carvalho
  • Lucas Capello
  • Thyago Thomé do Amaral Santiago
  • Estevan Martins De Oliveira
  • Tales Leandro Costa Martins
Rótulo POP, Água, Análise, Físico-química

Resumo

As análises de água são muito importantes e recorrentes nos sistemas de tratamento ambiental, uma vez que esse recurso é fundamental para a existência humana. Além do mais, o acesso à água potável, de qualidade e em quantidade suficiente, é um direito universal do cidadão, fato este assegurado pela lei nacional n° 9.433/97. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), aproximadamente 2,1 bilhões de pessoas em todo o mundo não contam com saneamento básico e/ou ambiental e, por este motivo, muitos indivíduos acabam contraindo doenças fruto da ingestão de água contaminada. Desse modo, vê-se de fundamental importância o tratamento adequado e a garantia da potabilidade dos recursos hídricos, na qual são feitas análises físico-químicas para assegurar a saúde da população. Dentre as principais metodologias, as mais comuns são a aferição da condutividade, da turbidez e do oxigênio dissolvido nos efluentes. Embora sejam simples e difundidas, muitos analistas têm dificuldades em manusear os instrumentos e, com isso, podem estar corroborando para a obtenção de resultados não verídicos ou que não sejam condizentes com a determinada amostra analisada. Baseando-se nisso, e propondo a garantia de resoluções com exatidão e precisão, e que sejam representativas, foi proposta a criação de POP (Procedimento Operacional Padrão) a fim de disseminar o conhecimento sobre a utilização adequada destes aparelhos, de modo a simplificar as operações e garantir decisões corretas sobre a qualidade dos efluentes. Para isso, foi primeiramente estudado os equipamentos e a sua devida calibração e utilização para se ter conhecimento concreto sobre as metodologias aqui apresentadas. Posteriormente, foi feita uma POP para cada uma das instrumentações analíticas, na qual constava o modelo, o que era possível ser quantificado, fotos da realização da análise, além do passo a passo para a calibração e leitura do equipamento. Após a finalização, foi possível perceber que a criação das POPs ajudou os estudantes a entender melhor a metodologia analítica, bem como a garantia de resultados precisos e exatos. Ainda, constatou-se aceitação e o fácil entendimento do passo a passo experimental por quem estava tendo conhecimento pela primeira vez. BRASIL. Lei nº 9.433, de 8 de janeiro de 1997. Brasília, DF, 1997. OPAS. OMS: 2,1 bilhões de pessoas não têm água potável em casa e mais do dobro não dispõem de saneamento seguro, 2017. Disponível em: . Acesso em: 23 set. 2019.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
CARVALHO, M.; CAPELLO, L.; THOMÉ DO AMARAL SANTIAGO, T.; MARTINS DE OLIVEIRA, E.; LEANDRO COSTA MARTINS, T. CRIAÇÃO DE POP PARA EQUIPAMENTOS DE ANÁLISE DE ÁGUA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.