MÉTODO SÍSMICO T“PLUS”-T“MINUS” NA DETERMINAÇÃO DE INTERFACES IRREGULARES: EXEMPLO DE APLICAÇÃO EM UMA BACIA SEDIMENTAR

  • Mayra Cunha
  • Marcus Vinícius Aparecido Gomes de Lima
Rótulo Sísmica, Refração, Método, T, “plus”, “minus”, Geometria, camada

Resumo

As primeiras chegadas de uma frente de onda sísmica registradas num levantamento sísmico correspondem à uma parcela do campo de onda definido pelas ondas direta e refratadas nas diversas camadas de subsuperfície. Esta frente de onda atravessa o meio geológico viajando com uma velocidade de compressão característica meio, sendo refratada, refletida e difratada nas diferentes descontinuidades marcadas pelas heterogeneidades, como por exemplo, nas interfaces que separam as camadas geológicas, em falhas, etc. Neste trabalho nós propomos investigar a aplicação do método de sísmica de refração conhecido como Tplus Tminus utilizando-se dados sintéticos gerados a partir de um modelo típico de bacia sedimentar, a fim de recuperar a geometria das camadas e avaliar a eficiência da técnica em modelos geológicos com estruturas relativamente complexas. Os dados sintéticos correspondem a um conjunto de 264 traços referentes a um perfil revertido, envolvendo tiros direto e reverso. A técnica é baseada fundamentalmente na construção de 4 gráficos principais, no qual cada gráfico fornece uma informação específica para recuperar cada parâmetro do modelo. O método TplusTminus é um método aproximado, contudo é muito mais rápido e menos trabalhoso do que qualquer outro método tradicional de análise de primeiras quebras baseados em abordagens de inversão tomográfica. Os valores do gráfico Minus representam a subtração dos tempos de percurso das ondas refratadas e fornece uma estimativa da velocidade do refrator, enquanto os valores calculados do gráfico Plus representam a soma dos tempos de percurso de dois pontos de tiro simétricos menos o tempo de trânsito recíproco, os quais forneceram uma imagem representativa das profundidades do refrator. Este é o grande poder do método Minus. A partir da geração desses gráficos, foi possível obter uma interpretação da geometria das camadas, suas espessuras e velocidades verdadeiras. Se a investigação for regional, com sismômetros espaçados em intervalos não muito menores que as profundidades de um refrator, o método Plus-Minus geralmente fornecerá resultados suficientemente precisos. Neste contexto, a ampla aplicabilidade da técnica, desde as investigações mais rasas de jazidas de minérios, fundações, até bacias profundas de petróleo, em consonância com a facilidade do tratamento dos dados, capacita o método como uma poderosa ferramenta de investigação em problemas geológico-estruturais em diferentes escalas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
CUNHA, M.; VINÍCIUS APARECIDO GOMES DE LIMA, M. MÉTODO SÍSMICO T“PLUS”-T“MINUS” NA DETERMINAÇÃO DE INTERFACES IRREGULARES: EXEMPLO DE APLICAÇÃO EM UMA BACIA SEDIMENTAR. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.