ANÁLISE DO CONSUMO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES DE PRATICANTES DE ATIVIDADES FÍSICAS DE ACADEMIAS

  • Daiane Mattos
  • Priscila Borges Almeida
  • Karine Matos dos Santos
  • Leandro Cattelan Souza
  • Marina Prigol
Rótulo Suplementação, exercício, físico, nutrição, esportiva, musculação, recursos, ergogênicos

Resumo

O uso de suplementos alimentares é frequente por praticantes de academias; no entanto, muitas vezes é feito de forma inadequada e sem a orientação de um nutricionista. É importante que estudos busquem investigar o consumo dessas substâncias nesta população. Assim sendo, o referido estudo teve como objetivo analisar o consumo de suplementos alimentares utilizados por frequentadores de academias de ginástica do município de Itaqui-RS. O estudo foi do tipo descritivo, com abordagem quali-quantitativa, onde a coleta de dados foi feita através de um questionário contendo 14 questões sobre o uso de suplementos nutricionais. O questionário consistiu de perguntas abertas e questões objetivas de múltipla escolha, versando sobre o tipo de substâncias utilizadas, frequência de uso, indicação dos produtos, entre outras informações, que foi aplicado em quatro academias de atividade física. De acordo com os resultados do presente estudo, dos 73 praticantes entrevistados de ambos os sexos com idade de 29,10 (±10,03) anos, 27% relataram que faziam o uso de algum tipo de suplemento alimentar, sendo que 73% dos indivíduos responderam não fazer uso. Entre os que declararam fazer uso de algum tipo de suplementação, percebeu-se que: os suplementos como as proteínas e aminoácidos foram os mais consumidos entre o público-alvo da pesquisa. Além disso, foi possível observar que os frequentadores faziam uso dos suplementos sob a indicação de nutricionistas, profissionais de educação física, amigos/familiares e também com o uso sem indicação, partindo do próprio indivíduo, com cada grupo representando 20% do total pesquisado. Entre a população estudada, o sexo feminino prevaleceu sobre o uso de suplementos. Portanto, o presente estudo mostrou que na maioria dos casos a indicação de uso dos recursos nutricionais não partiu de um nutricionista. Em vista disso, são necessários novos estudos que visem investigar o perfil de utilização de tais substâncias, a fim de conscientizar a importância da utilização correta e a devida prescrição partindo de profissionais nutricionistas capacitados para tal finalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
MATTOS, D.; BORGES ALMEIDA, P.; MATOS DOS SANTOS, K.; CATTELAN SOUZA, L.; PRIGOL, M. ANÁLISE DO CONSUMO DE SUPLEMENTOS ALIMENTARES DE PRATICANTES DE ATIVIDADES FÍSICAS DE ACADEMIAS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.